• Ex-secretário de Segurança Pública critica intervenção no Rio: ʹDescalabroʹ

    Ex-secretário de Segurança Pública critica intervenção no Rio: ʹDescalabroʹ

    O ex-secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro e nacional, Luiz Eduardo Soares, criticou duramente a intervenção militar no estado proposta pelo governo federal. Em entrevista à Rádio Metrópole durante o Jornal da Cidade Segunda Edição desta segunda-feira (19), ele destacou que o poder público falhou ao tentar conter a violência no estado.

    “É um descalabro, uma medida absolutamente arbitrária e irrealista. E dada a sua vacuidade e ineficiência que já podemos antever, ela se esgota na finalidade política de fato”, declarou.

    Segundo Soares, o próprio governo do presidente Michel Temer reconhece que a medida visa coibir e enfrentar o crime organizado. “Crime organizado define-se pela participação de pelo menos uma pessoa do poder público envolvido. E isso não se descobre em uma batida cotidiana, em flagrante. Requer investigação, inteligência. […] Essa investigação é difícil, longa, e é algo que não dá para se alcançar com ocupação militar”, ressaltou.

    Questionado sobre o reflexo político da medida, o ex-secretário afirmou que a intervenção vai impactar na votação de Reforma da Previdência, prevista para esta semana no Congresso Nacional. “Com a intervenção, o governo foi salvo da maior derrota que ele poderia ser submetido, na reforma da Previdência. O próprio Rodrigo Maia [presidente da Câmara] havia admitido que não havia votos suficientes”, associou.

  • Câmara aprova decreto que autoriza intervenção federal no Rio

    Câmara aprova decreto que autoriza intervenção federal no Rio

    A Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta terça-feira (20) o decreto que autoriza a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro.

    Para a votação do texto, foram necessárias mais de sete horas da sessão.

    A medida contou com 340 votos favoráveis a 72 (além de uma abstenção) e segue para ser analisada no Senado. A previsão é que isso ocorra ainda nesta terça. A sessão está prevista para ter início às 16h.

  • Deputado Elmar Nascimento disse sim, a intervenção no Rio.

    Intervenção no Rio: 20 baianos na Câmara foram a favor; 9 contra

    A votação da aprovação de intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro teve o apoio de 20 deputados baianos. A matéria foi aprovada na madrugada desta terça-feira (20), na Câmara dos Deputados. Nove parlamentares da Bahia, porém, foram contra.

    Dissera sim à proposta: Claudio Cajado, José Carlos Aleluia e Paulo Azi (todos do DEM); Félix Mendonça Jr, do PDT; Erivelton Santana (PEN); Lúcio Vieira Lima (PMDB); Cacá Leão e Roberto Britto, ambos do PP; João Carlos Bacelar, José Carlos Araújo e José Rocha, do PR; Márcio Marinho (PRB); Bebeto (PSB); Irmão Lázaro (PSC); Antonio Brito, José Nunes e Paulo Magalhães (PSD); Benito Gama (PTB) e Uldurico Júnior (PV).

    Já os contrários foram majoritariamente de partidos ligados à esquerda. A surpresa ficou por conta do deputado tucano João Gualberto, que desobedeceu a orientação da bancada e não apoiou a medida. Os votos foram: Alice Portugal, Daniel Almeida e Davidson Magalhães (PcdoB); Bacelar (PTN); João Gualberto (PSDB) e Afonso Florence, Nelson Pelegrino, Valmir Assunção e Waldenor Pereira, todos do PT.

    O decreto estabelece que a medida vai durar até 31 de dezembro deste ano. Nesse período, o general do Exército Walter Souza Braga Netto, do Comando Militar do Leste, será o interventor no estado e terá o comando da Secretaria de Segurança, Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e do sistema carcerário no estado do Rio.

  • FBF declara Bahia como vencedor do clássico Ba-Vi

    FBF declara Bahia como vencedor do clássico Ba-Vi

    O Ba-Vi do último domingo (18), depois de muita confusão e expulsões, enfim teve um resultado. A Federação Bahiana de Futebol declarou na tarde desta segunda-feira (19) que o Bahia foi o vencedor da partida, válida pela sexta rodada do estadual (confira a súmula aqui). Quando o placar marcava 1 a 1, o Rubro-Negro teve cinco jogadores retirados do jogo com cartão vermelho e a partida acabou encerrada pela insuficiência de jogadores do Leão.. Com base no Regulamento Geral de Competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a FBF deu o placar de 3 a 0 para o Tricolor, que agora assume o segundo lugar do certame, com onze pontos conquistados. A equipe de Guto Ferreira volta a jogar pelo Baianão no próximo domingo (25), contra o Atlântico, na Arena Fonte Nova. O Vitória, por sua vez, permanece com dez pontos, fica na terceira posição e volta a jogar pelo estadual contra o Jacuipense, nesta quarta-feira (21), em Riachão do Jacuípe.

     

    Fonte: Bahianoticia

  • Itabuna: Prefeito em exercício adota tom conciliatório para reunir Executivo e Legislativo

    Itabuna: Prefeito em exercício adota tom conciliatório para reunir Executivo e Legislativo

    Fernando Vita (PMDB), prefeito em exercício em Itabuna, adotou tom conciliatório ao discursar na abertura do ano legislativo 2018 da câmara de vereadores do município nesta quinta-feira (15). Usado expressões como “perfeita sintonia”, “integração efetiva” e “diálogo permanente”, o peemedebista afastou a briga entre os vereadores e o prefeito Fernando Gomes (sem partido) que resultou na derrubada do aumento da passagem de ônibus na cidade (lembre aqui). Sobre o assunto, Vita acatou a orientação do prefeito licenciado e emitiu uma nota suspendendo o decreto municipal que tinha reajustado a passagem do transporte coletivo para R$ 3,80. A mensagem do Executivo também evocou “maturidade política” em prol da gestão participativa de membros do Governo, vereadores, entidades de classes, sociedade civil e munícipes. “Temos o dever cívico de agir sempre pautado nos interesses coletivos”, frisou Fernando Vita em tom conciliatório após o presidente da câmara, Chico Reis (PSDB), declarar guerra a prefeitura. Para complementar a Mensagem, gestão municipal de Itabuna ficou de encaminhar aos vereadores o anexo com o Plano Setorial de Governo. O documento deve trazer o resumo das ações e metas para o exercício administrativo-financeiro de 2018. Em relação ao 1º ano da Gestão Fernando Gomes, Vita destacou que “inúmeras dificuldades” foram superadas com “atração de novos negócios e retomada de obras”.

  • Homens são condenados por tatuarem testa de adolescente

    A Justiça de São Paulo condenou dois homens que tatuaram a testa de um adolescente com a frase “Eu sou ladrão e vacilão”, por lesão corporal gravíssima e constrangimento ilegal. O tatuador foi condenado a 3 anos e quatro meses de prisão, enquanto um pedreiro que participou do ato recebeu pena de 3 anos e 11 meses de reclusão, segundo o jornal O Globo.

    Eles já estão presos preventivamente desde junho de 2017. Naquele mês, o jovem entrou na pensão onde os dois moravam, em São Bernardo do Campo (SP), e mexeu numa bicicleta.

    Segundo o Ministério Público, os dois entenderam que o rapaz queria roubá-la e, por isso, tatuaram a testa dele e o obrigaram a gravar um vídeo confessando a tentativa de praticar crime — o que o adolescente acabou negando depois.

    A 5ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo rejeitou pedido da defesa e determinou que os réus devem continuar atrás das grades. Eles também haviam sido denunciados por ameaça, mas o juízo declarou extinta a punibilidade por decadência, “tendo em vista que superado o prazo para representação”. O processo corre em segredo de Justiça.

    Segundo a Folha de S.Paulo, o adolescente está internado numa clínica de reabilitação para o tratamento de usuários de crack e álcool em Mairiporã (SP).

  • BONFIM: Durante apresentação do vereador Tavinho, Brasileiro  deu sermão nos vereadores e anunciou que Rê não terá seu apoio para a reeleição da Câmara.

    O prefeito Carlos Brasileiro conseguiu atrair um vereador da oposição para a sua base. Informações que o motivo terá sido a insatisfação do prefeito com dois vereadores da base que estariam fazendo criticas a seu governo.

    Quem agora faz parte da base do prefeito é o vereador, Otávio Xisto (PMN), o anúncio oficial aconteceu na última quinta-feira (15) durante reunião que aconteceu em um hotel da cidade.

    Além do prefeito, participaram os vereadores da base, e os presidentes dos partidos aliados, PRB e PCdoB.

    A reunião não foi apenas para anunciar a chegada do vereador, mas também, para o prefeito ouvir as demandas dos parlamentares.

    Segundo informações, antes de franquear a palavra aos vereadores, o prefeito teria dito que o presidente da Câmara, Rê do Sindicato (PSD), poderá até lançar seu nome à reeleição, mas não terá o apoio do prefeito.

    Em seguida o prefeito teria continuado sua fala chamando a atenção dos demais vereadores, lembrando que ele teria ajudado eleger vários vereadores e por causa dele alguns conseguiram está onde estão.

    Alguns vereadores afirmaram que o gestor estava irreconhecível, chegando ao ponto de dizer que o vereador que desejasse sair da base poderia ficar a vontade, segundo informações, o mesmo afirmou que não teria problema em administrar com a minoria.

    Após o sermão do prefeito para os  vereadores, o prefeito franqueou a palavra para os mesmos fazerem suas reivindicações.

    Por Ivansilvanoticia

  • Justiça condena ex-prefeito por crime de responsabilidade

    Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

    A Justiça Federal condenou o ex-gestor de Malhada de Pedras, cidade que fica a 689km da capital baiana, por crime de responsabilidade.

    A pedido do Ministério Público Federal (MPF), Ramon dos Santos foi condenado por desvio de verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) e do Programa Recomeço entre os anos de 2002 e 2003. Os recursos federais desviados, destinados ao magistério e ao ensino de jovens e adultos, totalizaram R$ 51.371,53.

    De acordo com as investigações, o ex-prefeito forjou o pagamento de aquisição de produtos e de prestação de serviços com notas fiscais falsificadas, e supostamente emitidas pelas empresas contratadas. Apesar disso, nenhuma delas apareceu como beneficiária dos cheques analisados.

    Além disso, a prefeitura não prestou contas para comprovar a liquidação das despesas. Em setembro de 2017, o ex-prefeito foi condenado nas penas do art. 1º, I, do Decreto-Lei n° 201/67 a sete anos e meio de reclusão, pela prática de mais de trinta pagamentos fraudulentos.

    Essa não foi a primeira vez que Ramon dos Santos teve problemas com a justiça. Ele já havia sido condenado por improbidade administrativa. Após ação ajuizada pelo MPF, o ex-gestor foi condenado à perda dos bens e valores obtidos ilicitamente, ressarcimento integral do dano, suspensão dos direitos políticos por oito anos, multa civil e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais por dez anos.

  • Prefeito de Jaguarari assina ordem de serviço e inicia a recuperação da estrada que liga a sede ao distrito de Gameleira

    Na manha deste sábado (17), o prefeito de Jaguarari Everton Rocha por meio da Secretaria de Administração assinou a ordem de serviço e já deu início a obra de patrolamento e recuperação da estrada vicinal liga a sede do município ao distrito de Gameleira. Serão recuperados 12 km de uma das estradas mais utilizadas dentro do município, já que também interliga a sede do município ao distrito de Santa Rosa e ao povoado de Jacunã. Essa estrada tem grande importância já que é por ela que escoam boa parte da produção agrícola do município.

    Desde o ano passado, a administração municipal tem investido na recuperação de estradas vicinais. Outras comunidades da zona rural do município também tiveram vias de acesso melhoradas. Segundo o secretário de Administração José do Vale, após a aprovação da Lei orçamentária Anual – LOA que definiu o orçamento para a gestão municipal, outras estradas vicinais também serão recuperadas seguindo o cronograma estabelecido. Ainda segundo o secretário o prefeito já está sinalizando a recuperação da estrada que liga os distritos de Gameleira a Santa Rosa de Lima.

  • Lista tríplice do MP-BA será eleita nesta segunda-feira

    Lista tríplice do MP-BA será eleita nesta segunda-feira

    Procuradores e promotores de Justiça de todo o estado irão às urnas nesta segunda-feira (19) para eleger a lista tríplice que terá o nome do chefe do Ministério Público do Estado da Bahia para o biênio 2018/2020. Quatro candidatos concorrem ao cargo: os promotores de Justiça Alexandre Soares Cruz, Ediene Santos Lousado e Pedro Maia Souza Marques e o procurador de Justiça Aurisvaldo Sampaio. Após a eleição, caberá ao governador Rui Costa (PT) escolher o novo chefe do MP-BA.

    A eleição será secreta e acontecerá das 9h às 17h no auditório da sede do MP, localizada na 5ª Avenida do Centro Administrativo da Bahia, em Salvador. O colégio eleitoral do Ministério Público é formado por 577 membros, sendo 57 procuradores de Justiça e 520 promotores de Justiça. Eles poderão votar em até três candidatos. Os três mais votados comporão lista tríplice que será encaminhada ao governador.

  • Presidente do Vitória cobra punição de atleta do Bahia que provocou torcida

    Presidente do Vitória cobra punição de atleta do Bahia que provocou torcida

    O presidente do Vitória, Ricardo David, criticou a iniciativa do jogador Vinícius, meia do Bahia que marcou o gol de empate do Ba-Vi realizado neste domingo (18), no Barradão. Após fazer o 1 a 1, o meia comemorou dançando e provocando a torcida rubro-negra. Em entrevista coletiva, o dirigente afirmou que quer uma punição por parte do próprio clube tricolor e também nos tribunais.

    “Vinícius incitou a instituição e desrespeitou a torcida, poderia ter comemorado com sua torcida. Mas ele foi em cima da nossa torcida. O Vinícius foi irresponsável. Mas respeitando o profissional que ele é, digo apenas que ele foi irresponsável. Estamos lidando com um clássico, dois times de massa. Temos que ter responsáveis. Esse irresponsável, apos fazer o gol legítimo, faz aquilo. Ele é o responsável por isso”, declarou.

    Ricardo David também acusou dirigentes do Bahia de terem pressionado a arbitragem. “Nós vamos acompanhar os fatos, vamos exigir a punição. Foi nítido o desequilíbrio dos fatos. Ele foi pressionado no intervalo. Estamos em 2018, não é o tempo de Osório. Não fizemos isso em nossa casa, aqui a gente respeita. Em momento algum, nenhum dirigente do Vitória teve uma ação de intimidação ao árbitro. Temos que evitar que fatos como esse aconteçam no nosso futebol”, afirmou o dirigente rubro-negro.

  • Na abertura dos trabalhos Legislativo prefeito foi a Câmara prestar contas do seu Governo.

    Vereadores do município de Senhor do Bonfim retornaram aos trabalhos nesta quinta-feira (15). Dos quinze vereadores que representam o legislativo, o único não presente foi o vereador, Doutor Jorginho (PSD), que se encontra em Salvador.

    Aberto os trabalhos o presidente da Câmara, Rê do Sindicato (PSD), passou a palavra ao prefeito, Carlos Brasileiro (PT), que foi convidado a fazer avaliação de seu governo.
    Na tribuna, citando alguns pontos negativos (iluminação pública e ruas necessitando de capina), o prefeito Carlos Brasileiro reconheceu que na gestão existem falhas, mas ressaltou que o município já vive uma nova realidade, e passou a citar as obras que foram conquistadas em parceria com o governo do Estado.
    Além de falar das obras conquistadas em parceria com o governo Rui Costa, o prefeito também fez críticas ao governo Correia, por não ter dado a devida atenção para o bom funcionamento do LACEN, que segundo ele, em breve voltará a ser um laboratório regional.
    O prefeito falou das obras que foram feitas com recursos próprios, a exemplo das pavimentações, melhoria do cemitério de São Lázaro, e  também informou que as obras iniciadas na gestão do ex-prefeito, Paulo Machado, serão reiniciadas e em breve inauguradas.
    Afirmando que não queria olhar para o retrovisor, mais uma vez o prefeito comparou sua gestão com a do ex-presidente, Edvaldo Martins Correia, quando lembrou que na gestão atual, ele pagou a Torre pela coleta do lixo no mês de dezembro, pouco menos de R$ 200.000,00(duzentos mil reais), enquanto que na gestão passada chegou a pagar valor superior a R$ 300.000,00 (trezentos mil reais).
    O prefeito tornou público que recentemente teve que demitir uma funcionária, porque a mesma teria pegado uma nota de gasolina e abasteceu o carro dela com o combustível pago pelo município “Em meu governo só fica ladrão se eu não souber” afirmou Brasileiro.
    Ao falar sobre a reunião que teve com os vereadores, o prefeito relatou que ficou sabendo que tem secretário que não está dando atenção ao povo “Isso eu não vou aceitar,  fiquei muito triste, e na reunião com os secretários nós iremos discutir esse assunto, porque secretário tem que atender o povo, e isso eu não vou aceitar de forma alguma, porque o povo tem que ser  respeitado” disse o prefeito.
    Ao falar sobre a saúde, o prefeito elogiou o trabalho da SAMU, falou sobre o Hospital Dom Antônio Monteiro, da construção da policlínica, e parabenizou os Agentes de Saúde.
    Avaliando o serviço prestado pelo Instituto Caminhada, administradora do HDAM, o prefeito afirmou que melhorou, mas não está como ele desejava, e afirmou que se não melhorar, o município tem capacidade de gerenciar o hospital.
    Além da presença do prefeito, também estiveram prestigiando o início dos trabalhos legislativos, Vera Magalhães (Secretária de Ação Social), Benito Brasileiro (Secretário de Finanças), Hélder Amorim (Chefe de Gabinete), Ivan Barbosa (Secretário de Infra Estrutura) e Damiana Duarte (Secretária da Agricultura Familiar).
    Vereadores presentes: Otávio Xisto, Gerivaldo Sampaio, Moge, Carlos de Tijuaçú, Reinaldo José, Lúcia Cerqueira, Rê do Sindicato, Deto de Quiçé, Elizeu dos Temperos,  Laércio Júnior, Andreilton, Mimo, Cleiton Vieira, e Pebinha.
  • Homem foi morto com aproximadamente seis tiros no interior de Campo Formoso.

    Um homem de 46 anos foi morto com vários tiros na manhã desta quinta-feira (15) no interior do município de Campo Formoso.

     
    O corpo de Cássio Lopes Amaro foi encontrado dentro de seu carro.  O crime aconteceu próximo ao trevo que dá acesso a localidade de Poços.
     
    Ainda segundo informações chegadas a nossa redação, possivelmente a vítima tenha sido executada com aproximadamente seis tiros, aonde o autor do crime teria usado uma 12 e uma pistola.
     
    Cássio Amaro, que  também era conhecido em Campo Formoso pelo apelido de Amarelinho, segundo informações, teria sido atingido no rosto e no braço.
     
    O corpo da vítima foi levado para ser necropsiado no IML do município de Juazeiro.
  • Faltar a audiência não significa automaticamente confissão de culpa

    Foto Ilustrativa

    Faltar a audiência não gera automaticamente confissão de culpa, pois outros elementos devem ser levados em consideração. Com esse entendimento, a 4ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT) julgou improcedentes os recursos movidos por uma empresa de terceirização e uma distribuidora.

    A primeira instância as condenou ao pagamento de indenização, por danos moral e estético, nos valores de R$ 13 mil e R$ 43 mil, respectivamente, a uma trabalhadora terceirizada que teve graves queimaduras ao manusear tabuleiros com frangos assados.

    O colegiado seguiu o voto do relator do acórdão, desembargador Cesar Marques Carvalho, mantendo a condenação e respectivos valores, por entender que o fato só ocorreu por conta de a empresa não ter adotado medidas preventivas eficientes contra os riscos de acidente do trabalho.

    Leia Mais »

  • Justiça Eleitoral julgou improcedente denúncias contra Carlos Brasileiro.

    A Justiça Eleitoral de Senhor do Bonfim julgou improcedente quatro denúncias contra o prefeito, Carlos Brasileiro (PT), que foram representadas em 2016 pelo candidato a vereador, Laércio Muniz Júnior (PPS).

    Nas representações o candidato a vereador alegou que no dia 29 de novembro, durante campanha eleitoral,  próximo a Escola Luiz Viana, e Igreja Assembleia de Deus, e ainda no dia 22, nas proximidades da Igreja Universal, e Escola Luiz Viana, o candidato a prefeito Carlos Brasileiro teria utilizado carro de som, com ampla sonorização, tocando jingles de campanha, a menos de dez, e cem metros de distância da escola e das igrejas.

    O Ministério Público foi ouvido e emitiu parecer pelo indeferimento das denúncias, alegando que as representações foram instruídas sem a contrafé, ou seja, na petição inicial, faltou o denunciante anexar cópia da denúncia, esta cópia seria apresentada ao denunciado quando ele fosse notificado, por oficial de justiça.

    Ainda do parecer, a juíza acompanhou decisão do MP (Ministério Público Eleitoral), não só indeferindo as ações, mas também julgou extinto em virtude de defeitos no ajuizamento das representações.

  • Agnaldo Pinheiro discorda de colega e explica ao prefeito o que deve ser feito para obras inacabadas sejam inauguradas.

    O vereador Agnaldo Pinheiro (PCdoB), não concordou com as colocações que o vereador e líder do prefeito, Neguinho do Gregório (PP), fez ao defender o prefeito, Renato Brandão, e ficar contra alguns colegas.

    Na sessão da última quinta-feira (08), alguns vereadores reclamaram porque em 2017, o gestor não teria atendido nenhuma das indicações feitas pelos vereadores.

    Ao fazer uso da tribuna, o líder do prefeito, afirmou que Renato Brandão (PP), não poderia ficar apenas no gabinete lendo indicação de vereador, “se ele ficasse só no gabinete, Andorinha não tinha ganhado a praça da feira, e outras localidades calçamento, então o prefeito tem que sair em busca de obras mesmo, e não ficar lendo indicação de vereador” defendeu Gregório.

    No momento de fazer uso da tribuna, o vereador Agnaldo Pinheiro, discordou do colega, alegando que o prefeito tem sim que ler as indicações, porque se lesse iria permanecer mais tempo em Salvador correndo atrás das reivindicações que há tanto o povo cobra dos vereadores, “então está na hora do nobre prefeito dar mais atenção às cobranças dos vereadores”, aconselhou Agnaldo.

    Em resposta a vereadora, Dona Lurdinha (PP), que explicou que o prefeito não tinha culpa das obras do governo federal estar paradas no município, o vereador Agnaldo Pinheiro concordou em parte com a colega, mas afirmou que o prefeito poderia fazer algo, “não é culpa do prefeito mesmo não, mas algo pode ser feito, assim como foi feito em Itiúba, onde a prefeita rompeu contrato com a empresa que estava dificultando o término de uma creche, e outra empresa foi colocada no lugar e a creche hoje está servindo as crianças de Itiúba” aconselhou o vereador.

  • Glória Menezes é internada com infecção respiratória no Rio

    Foto: Divulgação

    Glória Menezes foi internada devido a uma infecção respiratória, confirmou a assessoria da atriz na manhã desta quarta-feira (14). Ainda de acordo com a assessoria, Glória deu entrada no hospital Copa Star, em Copacabana, no Rio de Janeiro. O quadro dela é estável.

    Não foi informado, porém, quando a atriz deu entrada no hospital – e nem se há previsão de alta. Glória Menezes tem 83 anos e já participou de 38 novelas na TV Globo, onde trabalha desde 1967. Ela também atuou em diversos filmes, minisséries e peças de teatro.

  • Renato Fechine não comparece à Delegacia da Mulher para depor sobre agressão

    Foto: Divulgação

    Renato Fechine não compareceu à Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (Deam), em Brotas, na tarde desta segunda-feira (5), para depor no caso em que é acusado de agredir a ex-namorada Alexsandra Nascimento. A delegada responsável pelo caso, Larissa Lage Barros, informou que a defesa do humorista avisou que Fechine poderia faltar à audiência por causa da divulgação da imprensa, de acordo com o jornal “Correio”.

    “Nós agendamos a oitiva de hoje informalmente e, agora, vamos tomar providências. Eu vou voltar a ligar para o advogado dele”, disse a delegada. Para o caso já foram ouvidas duas testemunhas: o filho de Alexsandra, Ítalo do Nascimento, no domingo (28), e uma amiga da denunciante, na quinta-feira (1). Fechine nega ter agredido a mulher e afirma que ela mesma infligiu golpes contra si.

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios