Regional

Adolfo Menezes minimiza pressão de Leão sobre Rui: “Espero que no final continue todo mundo junto”

Foto: Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA-BA), deputado Adolfo Menezes (PSD), se pronunciou sobre a pressão do atual vice-governador da Bahia, João Leão, em cima do aliado e governador Rui Costa (PT) a respeito da formação da base para as eleições de 2022.

“O ideal é que não houvesse ruído nenhum, mas sempre tem, né? Sempre alguém quer fazer parte da chapa, mas não cabe todo mundo. A gente espera que no final continue todo mundo junto. Esse movimento sempre acontece em todas eleições”, disse o parlamentar.

O desejo de Leão é que Rui se descompatibilize para concorrer ao Senado e ele assuma como governador tampão de abril a dezembro de 2022. Isso porque, o também secretário estadual de Planejamento,  quer disputar a vaga no governo estadual.

Leão também foi enfático ao dizer que só será candidato ao governo no próximo ano com base governista, liderada pelo governador Rui Costa (PT) e pelo pré-candidato do PT, o senador Jaques Wagner, além dos presidentes de PSD e PCdoB, Otto Alencar e Davidson Magalhães.  Ou seja, PP, PSD, PT, PSB, PCdoB e outros da base aliada.

Para Menezes, esse jogo politico é comum. “Eu vejo como normal. Cada um esticando para ver o que é que dar certo negociar. Isso vai ser o ano inteiro, até fevereiro, março do outro ano. Esse puxa pra lá, puxa para cá. Não tem jeito”, salientou. Fonte: MuitaInformação

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique Também

Close

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios