Regional

Roberto Jefferson comete ironia durante audiência de custódia: ‘dou uma por semana quando Deus me ajuda’

O presidente nacional do PTB e ex-deputado, Roberto Jefferson, fez ironias e relatou problemas de saúde durante audiência de custódia realizada neste sábado (14) para verificar as condições da prisão dele, ocorrida na última sexta-feira (13), após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Ao responder às perguntas sobre suas condições de vida, Jefferson disse, segundo a ata: “Político, presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), não possui vícios, não bebe, não fuma, ‘dou uma por semana quando Deus me ajuda’, possui doenças crônicas, câncer, tendo sido internado mais de 20 vezes, e trata de infecção renal”. Relatou também que tinha uma cirurgia no coração marcada para os próximos dias e que tinha R$ 6 mil em conta corrente.

A defesa do ex-parlamentar pediu a mudança para o regime domiciliar, mas o juiz instrutor Airton Vieira manteve Jefferson preso e argumentou que caberá ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes analisar o pedido.

Ao final da audiência, o magistrado determinou o envio dos autos para o ministro Moraes apreciar o pedido. “Sigam os autos para o senhor ministro relator, para que possa apreciar a questão ora requerida, vale dizer, conversão da prisão preventiva em prisão domiciliar do custodiado Roberto Jefferson”, decidiu.

*Com informações do jornal O Globo.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios