Regional

Marco Aurélio diz que não ver constrangimento na indicação de André Mendonça ao STF

Brasília – Ministro do STF, Marco Aurélio Mello, durante julgamento da ação que pretende impedir parlamentares que são réus em ações penais ocupem a presidência da Câmara dos Deputados ou do Senado (Nelson Jr./SCO/STF)

Após o presidente Jair Bolsonaro anunciar internamente a escolha do atual advogado Geral da União, André Mendonça, para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro prestes a se aposentar da Corte, Marco Aurélio Mello, diz ter recebido a informação sem constrangimento.

“A mim, não [causa constrangimento]. O ideal é que se tenha a vaga aberta. Mas não critico a iniciativa do presidente”, disse o decano, ministro mais antigo em atividade no STF. As informações são da CNN.

Na semana passada, durante solenidade de despedida, Marco Aurélio agradeceu as homenagens prestadas por Mendonça e o procurador-Geral da República, Augusto Aras, e anunciou a torcida pelo nome dos dois.

“Agradeço a presença, com palavras muito amáveis, do doutor André Mendonça, que tem a minha torcida para substituir-me no Supremo”, declarou.

“O que disse em relação ao doutor André, falo quanto ao doutor Augusto Aras. Seria uma honra para mim muito grande vê-lo ocupando a cadeira que deixo no Supremo”, concluiu Marco Aurélio.

Questionado sobre sua torcida por Mendonça, Marco Aurélio respondeu, apesar do que disse na semana passada, que não tinha uma torcida definida.

“Para torcer por um tenho que desagradar o outro. Não tenho um candidato. Agora, que o presidente seja feliz na escolha, que passe pelo Senado, seja nomeado e tomará posse. Bom nome, como existem outros no Superior Tribunal de Justiça, no Ministério Público Federal, como o doutor Aras”, disse.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios