Regional

Xuxa pede desculpas após sugerir que presos sejam usados em testes de remédios

Horas após defender em uma live da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) que presos sejam usados como cobaias para testes de medicamentos, Xuxa Meneghel usou suas redes sociais na madrugada desta sábado (27) para se desculpar pela declaração.

“Não usei as palavras certas. Quis falar sobre muitos assuntos e não fugir dos maus tratos a animais, pessoas que fazem muitas coisas maltratando vidas, e também fiz a mesma coisa, julguei, maltratei, usei palavras que não deveriam ter sido usadas. Estou aqui pedindo desculpas a todos vocês”, disse a apresentadora em um vídeo de pouco mais de dois minutos.

Conhecida por defender os direitos dos animais, Xuxa, que atualmente é vegana, participou da live da Alerj para falar sobre testes de cosméticos feitos em bichos. Durante a discussão, ela sugeriu que os experimentos fossem feitos em presidiários que viverão “50 a 60 anos na cadeia”.

No Brasil, não há prisão perpétua. Uma lei aprovada em 2019 passou a pena máxima de prisão, que antes era de 30 anos, para 40 anos.

Folhadepernabuco

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios