Mundo

Presidentes do México e Brasil continuam em silêncio enquanto o mundo parabeniza Joe Biden

Os líderes dos dois maiores países da América Latina, os presidentes Andrés Manuel López Obrador, do México, e Jair Bolsonaro, do Brasil, ainda não parabenizaram Biden.

O presidente Jair Bolsonaro, às vezes apelidado de “o Trump dos Trópicos” por seu estilo populista e improvisado, manteve silêncio sobre a perda de Trump. E o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, se recusou a parabenizar Biden neste momento, dizendo que esperaria até que as contestações legais sobre a votação fossem resolvidas.

Bolsonaro e seus filhos – que como os filhos de Trump desempenham um papel na cena política – parecem estar ativamente desconfortáveis ​​com o resultado da corrida nos Estados Unidos. Bolsonaro, que anteriormente expressou esperança pela reeleição de Trump, manteve-se em grande silêncio esta semana, mas seus filhos não.

O congressista Eduardo Bolsonaro postou imagens nas redes sociais questionando como os votos de Biden estavam subindo tão rapidamente nas contagens posteriores, enquanto os de Trump não. O jovem Bolsonaro também questionou a decisão das redes de cortar o discurso de Trump na quarta-feira, alegando fraude eleitoral, chamando-o de um ataque à liberdade de expressão.

Um alto funcionário da Embaixada do Brasil nos Estados Unidos, que não consegue se identificar por medo de represálias, disse que as autoridades brasileiras temem que conversas soltas de Bolsonaro ou de seus filhos possam desestabilizar as relações entre os países.

Autoridades da presidência, que não foram autorizadas a falar oficialmente, disseram que Bolsonaro vem adotando um tom mais pragmático, pelo menos desde quarta-feira, seguindo a orientação de seus assessores.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios