Regional

Com carreata, humorista Jotinha é enterrado; prefeitura decreta luto

Foto: Divulgação/Site Recôncavo no Ar

O humorista José Luiz Almeida da Silva, mais conhecido como Jotinha, foi enterrado na manhã desta sexta-feira (6), em Elísio Medrado, cidade onde nasceu e que fica a cerca de 160 km de Salvador.

Jotinha morreu após falência múltipla de órgãos em consequência do novo coronavírus.

A prefeitura da cidade decretou luto de três dias. Amigos do humorista e moradores de Elísio Medrado fizeram uma carreata, e outros seguiram com motos da funerária até o cemitério da cidade.

Os familiares de Jotinha não puderam participar do enterro, pois estão sendo monitorados e vão passar por teste da Covid-19, já que tiveram contato com o humorista que teve resultado positivo para a doença.

Os familiares de Jotinha não puderam participar do enterro, pois estão sendo monitorados e vão passar por teste da Covid-19, já que tiveram contato com o humorista que teve resultado positivo para a doença.

Emocionado, Miguel relembrou o início da carreira de Jotinha e reforça o quanto o humorista era amado pelos moradores da sua cidade natal.

“Ele tinha uma paixão pela locução. No início da vida [artística] dele, ele tinha um quadriciclo pequenininho e uma caixinha de som que ele ganhou. Ele fazia propaganda por Elísio Medrado e não ganhava nada, ele fazia por amor. O comércio as vezes dava R$ 5, R$ 10 para ajudar na gasolina. Isso antes da fama”, relembra.

Miguel conheceu Jotinha quando os dois começaram a trabalhar juntos, com locução.

“Quando surgiu o whatsapp, um colega nosso colocou ele em um grupo e outro colega nosso comparou ele com um pintinho [ave], na resenha mesmo, sem maldade. Aí ele estava no grupo, não gostou e enviou um áudio, o áudio repercutiu na cidade e no país. Ele conseguiu alegrar inúmeras famílias, pessoas no Brasil inteiro”, diz Miguel.

José Luiz Almeida Silva morava em Elísio Medrado, próximo a Amargosa, no recôncavo baiano. Ele tinha mais de 1 milhão de seguidores somente no Instagram e ganhou projeção na internet por causa do tom de voz, o jeito debochado de comentar sobre futebol e a maneira bem humorada de “cornetar” os amigos nos grupos de Whatsapp.

‘Não era tio, era pai’

Um sobrinho do humorista, que também será submetido ao teste de Covid-19, revelou em entrevista ao G1 a relação de amizade e companheirismo que tinha com Jotinha.

“Ele não era tio, era pai. Ele me deu minha primeira bicicleta. Ele fazia muitos vídeos comigo [nas redes sociais], aparecia me batendo, mas era tudo brincadeira. Ele estava preocupado com que a mãe morresse e ele não conseguisse construir uma casa para ela. Então ele começou a construção. Falta terminar algumas coisas, mas o principal já está de pé”, contou.

Jotinha estava internado desde a última terça-feira (3), em um hospital particular de Santo Antônio de Jesus, após apresentar problemas respiratórios por causa da Covid-19 e o resultado foi positivo.

Em março de 2019, ele sofreu um infarto e ficou internado em um hospital de Elísio Medrado, município que fica há 230 km da capital baiana. Na época, o próprio Jotinha enviou os clássicos áudios em grupos de amigos, informando que realizou exames e tranquilizando os fãs sobre o estado de saúde dele.

Fonte: G1 Bahia

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique Também

Close

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios