Regional

Câmara de Pindobaçu poderá gastar mais de R$20 mil apenas com reforma; empresa de Antônio Gonçalves irá fornecer todo material.

No embalo das eleições municipais e durante uma das piores crises pela qual passa o Brasil, por conta da pandemia do COVID-19, o Poder Legislativo de Pindobaçu prever gastar mais de R$20 mil reais, apenas com alguns serviços de manutenção no prédio da câmara.

Enquanto alguns Pindobaçuenses lutam para fazer seu cadastrar no auxilio emergência do governo federal, na esperança de receber seus R$600,00 (seiscentos reis), ou até mesmo quem sabe R$300,00 (trezentos reais), a câmara de vereadores do município anuncia a reforma de sua sede que poderá chegar a quase R$20.000,00 (vinte mil reais).

Todo o matéria utilizado será comprado em uma loja de material de construção que fica no município de Antonio Gonçalves, aonde a câmara vai poder gastar R$17.481,00 (dezessete mil quatrocentos e setenta e um reais), parcelados em duas vezes, parcelas de R$ 8.740,54 (oito mil setecentos e quarenta reais e cinquenta centavos), apenas com material.

Já o pedreiro, contratado para executar o serviço de retoque nas paredes, pintura, troca de portas, piso, e manutenção do telhado e substituição de uma bica, receberá pelo serviço o valor de R$2.800,00 (dois mil e oitocentos reais). Ou seja, no apagar das luzes da atual gestão legislativa, a câmara de Pindobaçu poderá gastar apenas com reforma do prédio, o montante de mais de R$ 20 mil reais.

Ao justificar porque uma empresa de Antônio Gonçalves iria forneceria mais de R$17 mil reais de material, mesmo o extrato do contrato indica que a contratação foi por dispensa de licitação, o presidente da câmara disse que a empresa da cidade vizinha teria apresentado proposta mais vantajosa para a casa, ou seja, em termos de economia, o valor foi menor das demais.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios