Regional

Advogado traficante morre ao tentar fugir da polícia em condomínio de luxo da Barra

Carlos Henrique Fowler Moscoso morreu ao tentar fugir da polícia

Carlos Henrique Fowler Moscoso morreu ao tentar fugir da polícia – Reprodução / Internet

O traficante Carlos Henrique Fowler Moscoso, conhecido como Brutus, de 43 anos, morreu neste sábado, ao tentar fugir de uma ação da Coordenadoria de Polícia Pacificadora da Polícia Militar (CPP/PM), na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. O criminoso, que era advogado, morava no condomínio Atlântico Sul, que fica de frente para a praia, na Avenida Lúcio Costas. Os agentes chegaram até ele após informações repassadas pelo Disque Denúncia (21-2253-1177).De acordo com testemunhas, quando Brutus percebeu a chegada dos PMs, tentou fugir descendo pelo andaime de uma obra de seu condomínio, quando caiu do décimo andar do prédio. Ele chegou a ser atendido por agentes do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu. 

O traficante vendia drogas para usuários de classe média alta, na Barra, Recreio e Zona Sul, inclusive em academias, praias e consultórios médicos. Ele tinha ligações com criminosos das favelas da Rocinha e Vidigal, em São Conrado, e estava sendo monitorado há cerca de três meses, desde a prisão de integrantes de uma quadrilha da Rocinha, em um motel da Zona Norte.Brutus tinha quatro passagens pela polícia, todas por tráfico de drogas e condutas afins, e um mandado de prisão em aberto, expedido pela 37ª Vara Criminal do Rio, pelo mesmo crime. Ele já havia sido preso em junho de 2015 com 500 g de cocaína, haxixe, material para endolação, duas balanças de precisão, além de ser encontrada no celular dele, contabilidade do tráfico.

Fonte: O Dia

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios