Regional

Coronel critica ‘moleza’ do governo federal para liberar auxílio de R$ 600 a informais

Coronel critica ‘moleza’ do governo federal para liberar auxílio de R$ 600 a informais

O senador Angelo Coronel (PSD) criticou o que chamou de “moleza” do governo federal para a liberação do socorro emergencial de R$ 600 destinado a trabalhadores informais durante a crise do novo coronavírus. O auxílio, já aprovado pelo Congresso, aguarda sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Segundo Coronel, a celeridade com a qual os bancos privados foram tratados não está sendo destinada à população mais vulnerável afetada economicamente pela pandemia.

“Eu fico abismado de vermos a capacidade da Câmara votar [o auxílio] com rapidez. A capacidade do Senado de votar com rapidez, e a moleza, vamos assim chamar, do governo para poder implantar a liberação desses recursos”, disse Coronel em um vídeo publicado em suas redes sociais.


“A mesma celeridade com a qual foram atendidos os bancos privados deveria ser a mesma celeridade para atender o povo brasileiro, principalmente os informais”, cobrou.

Na manhã de terça-feira (31), Bolsonaro afirmou que sancionaria, naquele mesmo dia, a lei que garante o pagamento do auxílio. Até o fim da manhã desta quarta (1º), contudo, a medida ainda não havia sido publicada no Diário Oficial da União.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, declarou ao jornal O Estado de São Paulo que o benefício começará a ser pago a partir do dia 10 de abril.


Mais cedo, o também senador Jaques Wagner (PT) disse que o governo federal não dever dar desculpas para “pagar logo” o auxílio.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios