Regional

Moro determina transferência dos líderes da rebelião em prisão no Pará

Reprodução/TV Globo

O Ministério da Justiça e Segurança Pública determinou transferência e isolamento dos líderes da rebeliãodo presídio de Altamira, no Pará, que deixou 52 mortos, nesta segunda-feira (29/07/2019). Em nota, o ministro Sergio Moro disse que ações de inteligência devem ser intensificadas e pediu que a Força Nacional fique de “prontidão”.

Segundo a assessoria do ministério, ocorreu uma reunião de emergência, no início desta tarde, com secretários e diretores da Polícia Federal e membros do ministério para discutir o assunto. Além disso, a nota afirma que Moro conversou com o governador do Pará, Helder Barbalho (DEM-PA), sobre a situação.

A rebelião dentro do Centro de Recuperação Regional de Altamira, no sudoeste do Pará, começou por volta das 7 h desta segunda-feira (29/07/2019), devido a uma briga entre facções criminosas. De acordo com a Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe), o motim teve início quando detentos do Bloco A invadiram o anexo onde estão internos de um grupo rival. Além das vítimas, dois agentes prisionais foram feitos reféns.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios