Regional

Suzane Richthofen deixa a prisão para ‘saidinha’ de Dia das Mães

Suzane von Richthofen, condenada por matar os pais

A detenta Suzane von Richthofen deixou a Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletir, no Tremembé, no interior de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (8). Ela recebeu o benifício da ‘saídinha’ para o Dia das Mães’. A ‘saidinha’, como é conhecida, é um benefício concedido aos presos que possuem um bom comportamento e que estão em regime semiaberto.

Suzane saiu acompanhada das colegas e entrou em um carro branco. Ela deve retornar à penitenciária em sete dias. Um pouco antes, Anna Carolina Jatobá também deixou a penitenciária para desfrutar do mesmo benefício.

Em dezembro do ano passado, Suzane havia recebido uma punição que a impedia de receber o benefício de saída temporária em datas comemorativas. Em abril, entretanto, a 5ª Câmara de Direito Criminal do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) julgou o habeas corpus da defesa e cancelou a punição.

Suzane havia perdido o direito de “saidinhas” após ser pega participando de uma festa de casamento em Taubaté (a cerca e 150 km de São Paulo), durante a ´saidinha´do Natal.

O crime
Presa desde 2002 pelo assassinato dos pais, Suzane conseguiu passar do regime fechado para o semiaberto em outubro de 2015.

Suzane foi condenada por matar os pais em 2002, ao lado dos irmãos Christian e Daniel Cravinhos, que estão no regime semiaberto desde 2013 e já usufruem do benefício de saídas temporárias de Dias das Mães, Dia dos Pais e Dia das Crianças, além das festas de fim de ano.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios