Regional

Contra sua vontade, vereador foi obrigado a participar de votação que autoriza prefeito a contratar até dezembro de 2020.

Resultado de imagem para vereador jurandir de jesus antonio gonçalves ba

Pressionado a mudar seu posicionamento e principalmente seu voto, uma vez que era contra a contratação de pessoas até dezembro de 2020, o vereador Jurandir de Jesus (PT), que aprestou sugestão da câmara conceder ao prefeito, Roberto Carlos, o direito de contratar pessoal somente até abril 2020, e não até dezembro do mesmo ano assim como desejava o prefeito, teve que recuar, e votou no projeto sem nenhum alteração “a minha proposta era até abril, caso fosse necessário depois desta data novas contratações, o prefeito poderia solicitar novas contratações que tenho certeza que essa casa lhe autorizava , mas depois de um áudio que recebi ontem a noite, eu vou votar nesse projeto, porque infelizmente, escolher entre a politica e minha família, eu prefiro a minha família” disse Jurandir sem explicar o teor do áudio.

Na ultima terça feira (14), durante a votação do projeto, mesmo votando contra sua vontade, uma vez que foi obrigado, o vereador Jurandir de Jesus fez critica ao prefeito, Roberto Carlos, afirmando que ele deveria ser um gestor mais presente no município, e ainda fez ameças “espero que esses contratos não sejam uma forma de se conquistar votos, porque não irei aceitar” alertou

O projeto foi aprovado na integra por 5 a 3, caso o vereador Jurandir tivesse votado contra, a decisão ficaria com a presidenta da câmara, vereadora Zete.

Os vereadores de oposição ainda apresentaram um emenda, sugerindo que as contatações fossem até o dia 31 de dezembro de 2019, mais por 5 a 3, a emenda foi rejeitada.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios