Regional

Deputado Roberto Carlos quer garantir segundo professor em sala de aula. 15/04

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas, terno e área interna

É de autoria do deputado Roberto Carlos (PDT), vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, o Projeto de Lei 22.479/2017, que tem como objetivo tornar obrigatória a presença do segundo professor nas salas de aula do ensino básico regular das Escolas Públicas do Estado, que tiverem alunos com diagnóstico de deficiência associada a transtorno psiquiátrico, sérios comprometimentos motores, transtorno de deficit de atenção com hiperatividade – impulsividade, deficiência visual e deficiência auditiva.

Segundo o parlamentar, o objetivo da proposição, que tramita na ALBA, é constituir uma proposta educacional que reconheça e garanta o direito de todos os alunos de compartilhar um mesmo espaço escolar, sem discriminação de qualquer natureza. “Precisamos promover a igualdade, garantindo a aprendizagem de todos os alunos, tendo em vista a necessidade de oferecer condições de aprendizado e possibilitar a inclusão das pessoas com deficiência no dia a dia da escola regular”, ressaltou o deputado Roberto Carlos.

O Projeto de Lei estabelece, ainda, que o segundo professor deve ser capacitado para Educação Especial, atuando em conjunto com o professor titular, a fim de atender aos alunos com deficiência, matriculados nas etapas e modalidade da educação básica.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios