Saúde

Sindimed-BA diz que é preciso ‘medidas imediatas’ após saída de cubanos

Sindimed-BA diz que é preciso ‘medidas imediatas’ após saída de cubanos

Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde
Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde

Em nota, o Sindicato de Médicos da Bahia (Sindimed-BA) defendeu que é preciso adotar “medidas imediatas” com o anúncio de saída de profissionais de saúde de Cuba do programa Mais Médicos. O governo cubano fez o anúncio após declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL)

“Diante da notícia de que Cuba abandonou o Programa Mais Médicos, o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia solicita que haja medidas imediatas para que as vagas deixadas em aberto sejam preenchidas pelos médicos do Brasil. A população não pode agora ficar ainda mais desassistida”, disse a entidade baiana.

A Bahia é o segundo estado com maior número de médicos cubanos e a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) já manifestou preocupação com a medida. 

O Conselho Federal de Medicina (CFM), entidade nacional, também emitiu comunicado depois do anúncio de Cuba, em que sustenta que o país contaria com médicos formados em número suficiente para “atender às demandas da população”.

“Historicamente, os médicos brasileiros têm atuado, mesmo sob condições adversas, sempre em respeito ao seu compromisso com a sociedade; Cabe ao Governo – nos diferentes níveis de gestão – oferecer aos médicos brasileiros condições adequadas para atender a população, ou seja, infraestrutura de trabalho, apoio de equipe multidisciplinar, acesso a exames e a uma rede de referência para encaminhamento de casos mais graves”, afirma a nota do CFM.

A entidade médica ainda sugere que, para estimular a fixação dos médicos brasileiros em áreas distantes e de difícil provimento, o governo deve prever a criação de uma carreira de Estado para o médico, com a obrigação dos gestores de oferecerem o suporte para sua atuação, assim como remuneração adequada.

 

 

Fonte: Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios