Brasil

Em reunião, Alckmin insinua que Doria é traidor e covarde

Em reunião, Alckmin insinua que Doria é traidor e covarde

Foto: Renato Gizzi/ Divulgação

Candidato derrotado à Presidência da República, Geraldo Alckmin enfrentou o candidato ao governo de São Paulo João Doria, seu antigo afilhado político, durante reunião fechada da executiva do PSDB, de acordo com a Folha.

Segundo a publicação, o ex-governador interrompeu o ex-prefeito e afirmou não ser um traidor e covarde. A reação de Alckmin teria ocorrido quando Doria fazia alguma cobrança.

Em disputa no segundo turno para o governo estadual, Doria quer aproveitar a derrota de Alckmin, a pior do PSDB em uma eleição presidencial, para tirar o antigo aliado da presidência nacional do partido e assumir o comando da sigla.

Em meio ao movimento para enfraquecer a ala ligada a Alckmin, o diretório municipal do PSDB paulistano expulsou Saulo de Castro, aliado de Alckmin, e Alberto Goldman, próximo a José Serra. A medida foi desautorizada pela executiva nacional.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios