PREFEITURA DE ANDORINHA maio
Regional

Tribunal de Justiça da Bahia suspende ordem de prisão contra Dr. Edilberto Sá

Tribunal de Justiça da Bahia suspende ordem de prisão contra Dr. Edilberto Sá

O Desembargador da 1ª Câmara Civil, Luiz Fernando Lima, do TJ-BA – Tribunal de Justiça da Bahia, suspendeu a ordem de prisão expedido contra Edilberto Nunes de Sá. Dr. Edilberto, como é conhecido em toda a região, foi denunciado pelo Ministério Público à Justiça, por conta de uma falha na prestação de contas em 1996 – último ano em que administrou o município, que segundo o ex-gestor, foi devidamente aplicado em ações que beneficiaram a população, mas na mudança de gestão, o desencontro de informações contábeis causaram o transtorno que se arrasta há mais de 20 anos.

Em contato com Dr. Edilberto, deixou a mensagem abaixo em agradecimento pelo apoio recebido de todos os familiares, amigos e pacientes que sempre demonstraram confiar em sua inocência, confira:

Decidi muito cedo qual seria meu PROPÓSITO nesta vida: SERVIR. Então ainda jovenzinho fiz medicina porque sabia que ela iria me permitir cuidar das pessoas, salvar vidas, curar males. Ainda não satisfeito entrei na política, porque também sabia que ela iria me permitir cuidar das pessoas, fazer elas evoluírem, fazer elas acreditarem nos seus sonhos, tornar minha terra próspera e cheia de oportunidades para todos.

Hoje posso dizer que fiz minha parte, que deixei um legado, fiz muitos amigos, combati o bom combate sem jamais reclamar da luta ou fugi as minhas responsabilidades.

Hoje, mais de cinquenta anos depois venho aqui agradecer por todas as orações, por todos os pensamentos positivos, por cada lágrima derramada; saibam que me orgulho muito de tudo que fiz nessa VIDA, por que foi feito para cumprir meu PROPÓSITO”, Edilberto Nunes de Sá

Fonte: Jaguararionline

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique Também

Close

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios