Regional

Filho de Pelé vira técnico informal na prisão

Filho de Pelé vira técnico informal na prisão

Filho de Pelé vira técnico informal na prisão

Condenado a mais de 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro e associação ao tráfico, o ex-goleiro Edinho, filho de Pelé, virou uma espécie de técnico de futebol na cadeia.

De acordo com o Estadão, ele está custodiado na penitenciária Dr. José Augusto César Salgado, de Tremembé. É a famosa P-II.
Edinho está na quadra de cimento, aberta todos os dias. Com a bola, o herdeiro do Rei volta ao passado, bem antes de ser preso. Quando joga no gol, ele se lembra da carreira no Santos. Titular, foi vice-campeão brasileiro em 1995 – aquele jogo do gol impedido de Túlio na final do Pacaembu. Edinho cavouca as lembranças ao orientar os timinhos da P-II e tentar imprimir um fiapo de organização tática à pelada da cadeia. Ele era técnico antes de ser preso, com passagens por Mogi Mirim e Água Santa. Na prisão, tudo é informal.

Edinho está completando oito meses em seu quinto período de prisão. Entre idas e vindas desde 2005, ele está perto de cumprir 1/6 da pena de 12 anos e dez meses. Esse número é importante na visão dos advogados do ex-jogador e filho de Pelé. Depois de completar a sexta parte da pena, Edinho pode solicitar a progressão do regime fechado (o preso não pode sair da cadeia) para o semiaberto (o preso pode sair para trabalhar e estudar durante o dia, mas tem de voltar à noite). Os defensores estão otimistas e afirmam que ele poderá ser beneficiado nos próximos meses.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios