PREFEITURA DE ANDORINHA maio
Regional

BONFIM: Elizeu dos Temperos usa a tribuna e garante que não tem ‘rabo’ preso a ninguém

BONFIM: Elizeu dos Temperos usa a tribuna e garante que não tem ‘rabo’ preso a ninguém

Diante de uma platéia formada por servidores municipais (vigilantes), e moradores do Alto da Maravilha (que foram à câmara reivindicar melhoria na saúde), o vereador Elizeu dos Temperos (PROS), aproveitou a câmara lotada para dizer que não tem rabo preso a ninguém; “não queiram fazer média querendo me derrubar, porque Elizeu dos Temperos é um vereador pobre e não tem rabo preso a ninguém, e também não estou sendo investigado pelo Ministério Público”, descarregou Elizeu.

O vereador iniciou seu pronunciamento reclamado e chamando a atenção do presidente da Câmara, Ré do Sindicato (PSD), por conta da entrega de algumas escrituras que aconteceu durante evento na Câmara Municipal, e o vereador não foi convidado pela mesa para participar do evento, “teve a entrega das escrituras das casas aqui nessa câmara e eu não fui convidado, quando é para lutar todo mundo luta, agora quando é para repartir o bolo alguns ficam de fora. Quando for evento do governo todos os vereadores tem que ser convidado” explicou o vereador.

Elizeu dos Temperos ainda acusou o presidente da Câmara, Ré do Sindicato, de ter feito um comentário na reunião com a secretária sobre a sua pessoa, “na reunião dos vereadores com a secretária eu fiquei sabendo que o senhor disse que o causador de problemas era o vereador  Elizeu dos Temperos só porque falei do Instituto Caminhada. Quero pedir ao senhor que não faça média com o prefeito falando de Elizeu dos Temperos, porque ninguém vai subir falando mal de Elizeu”, afirmou o vereador, que disse não ter participado da reunião porque quando foi avisado estava trabalhando.

O vereador também cobrou do presidente a liberação do veículo, segundo ele, o vereador Carlos de Tijuaçu, já solicitou o veículo duas vezes e os pedidos foram negados, “o carro só fica na porta do sindicato, sua chefe de gabinete que ganha quase cinco mil precisa também ficar aqui na câmara para acompanhar os problemas e tentar resolver”, disse Elizeu.

Após o pronunciamento do vereador Elizeu dos Temperos, o presidente da Câmara, Ré do Sindicato, explicou ao mesmo que o evento da entrega das certidões foi promovido pela prefeitura que apenas solicitou o espaço da câmara, e se o vereador estava com dor de cotovelo porque não foi convidado, o problema não era com ele.

Já com relação à reunião com a secretária e os vereadores, a mesma foi solicitada pelo líder do governo, e que durante a reunião, não se citou nome de nenhum vereador, se disse apenas que o problema estava na base, agora se o vereador se doeu, o problema era do vereador Elizeu.

Mesmo com as explicações dadas pelo presidente, o vereador Elizeu dos Temperos não se deu por convencido, e afirmou mais uma vez que a obrigação era da câmara ter convidado os vereadores para o evento que contou com a participação do prefeito e representantes do governo do estado.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios