Regional

Justiça Eleitoral julgou improcedente denúncias contra Carlos Brasileiro.

A Justiça Eleitoral de Senhor do Bonfim julgou improcedente quatro denúncias contra o prefeito, Carlos Brasileiro (PT), que foram representadas em 2016 pelo candidato a vereador, Laércio Muniz Júnior (PPS).

Nas representações o candidato a vereador alegou que no dia 29 de novembro, durante campanha eleitoral,  próximo a Escola Luiz Viana, e Igreja Assembleia de Deus, e ainda no dia 22, nas proximidades da Igreja Universal, e Escola Luiz Viana, o candidato a prefeito Carlos Brasileiro teria utilizado carro de som, com ampla sonorização, tocando jingles de campanha, a menos de dez, e cem metros de distância da escola e das igrejas.

O Ministério Público foi ouvido e emitiu parecer pelo indeferimento das denúncias, alegando que as representações foram instruídas sem a contrafé, ou seja, na petição inicial, faltou o denunciante anexar cópia da denúncia, esta cópia seria apresentada ao denunciado quando ele fosse notificado, por oficial de justiça.

Ainda do parecer, a juíza acompanhou decisão do MP (Ministério Público Eleitoral), não só indeferindo as ações, mas também julgou extinto em virtude de defeitos no ajuizamento das representações.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios