Regional

Ex-secretário de Segurança Pública critica intervenção no Rio: ʹDescalabroʹ

Ex-secretário de Segurança Pública critica intervenção no Rio: ʹDescalabroʹ

O ex-secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro e nacional, Luiz Eduardo Soares, criticou duramente a intervenção militar no estado proposta pelo governo federal. Em entrevista à Rádio Metrópole durante o Jornal da Cidade Segunda Edição desta segunda-feira (19), ele destacou que o poder público falhou ao tentar conter a violência no estado.

“É um descalabro, uma medida absolutamente arbitrária e irrealista. E dada a sua vacuidade e ineficiência que já podemos antever, ela se esgota na finalidade política de fato”, declarou.

Segundo Soares, o próprio governo do presidente Michel Temer reconhece que a medida visa coibir e enfrentar o crime organizado. “Crime organizado define-se pela participação de pelo menos uma pessoa do poder público envolvido. E isso não se descobre em uma batida cotidiana, em flagrante. Requer investigação, inteligência. […] Essa investigação é difícil, longa, e é algo que não dá para se alcançar com ocupação militar”, ressaltou.

Questionado sobre o reflexo político da medida, o ex-secretário afirmou que a intervenção vai impactar na votação de Reforma da Previdência, prevista para esta semana no Congresso Nacional. “Com a intervenção, o governo foi salvo da maior derrota que ele poderia ser submetido, na reforma da Previdência. O próprio Rodrigo Maia [presidente da Câmara] havia admitido que não havia votos suficientes”, associou.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios