PREFEITURA DE ANDORINHA maio
Regional

Bahia tem sete parlamentares entre os mais influentes do Congresso

Sete parlamentares baianos estão entre os 100 mais influentes do Brasil, segundo  levantamento realizado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar   (Diap). A Bahia é o quatro estado com maior número de deputados e senadores com  destaque no Congresso, empatado com o Rio Grande do Sul.

Os deputados Afonso  Florence (PT), José Carlos Aleluia (DEM), Alice Portugal (PCdoB), Daniel Almeida  (PCdoB), Arthur Maia (PPS) e José Rocha (PR) são os representantes do estado no estudo  da Diap. Completa a lista o senador Otto Alencar, que comanda o PSD na Bahia. Entre os baianos, apenas José Rocha e Otto não figuravam no levantamento do ano passado. O senador, em 2016, era considerado em ascensão. Deixaram a lista a senadora Lídice da Mata (PSB) e os deputados Lucio Vieira Lima (PMDB) e Antônio Imbassahy, que assumiu a Secretaria de Governo.

São  Paulo (com 15 destaques) Minas Gerais (9) e Rio de Janeiro (8) são os três estados com  maior número de influentes no Congresso. Entre os 100 parlamentares destacados na  pesquisa, 60 são deputados e 40 são senadores. Dos 27 partidos representados no  Congresso, apenas três não têm representantes no levantamento: PEN, PMB e o PRTB.  Entre os estados, só Tocantins não teve parlamentares com destaque. O PT é o partido com mais deputados e senadores no estudo do Diap, com 19 presentes na lista. PMDB (16), PSDB (13) e DEM (7) vêm logo em seguida.

A Bahia tem, ainda, cinco deputados considerados em ascensão pelo Diap. São eles Bebeto (PSB), Claudio Cajado (DEM), Lúcio Vieira Lima (PMDB), Márcio Marinho (PRB) e Cacá Leão (PP). O pepista é o único que passou a integrar a lista este ano, enquanto os demais já figuravam no levantamento de 2016. Empatada com o Rio de Janeiro, a Bahia é o estado com maior número de parlamentares em ascesão.

O estudo do Diap elege os “cabeças” do Congresso, definidos como aqueles que são considerados protagonistas no processo legislativo. Segundo o departamento, eles se destacam pela capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão.

Da redação do Correio da Bahia

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios