Regional

Governo decide fechar as 393 unidades do Farmácia Popular a partir de maio

Governo decide fechar as 393 unidades do Farmácia Popular a partir de maio O Ministério da Saúde informou que vai fechar, a partir de maio, as 393 unidades da rede própria do programa Farmácia Popular, de distribuição de medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto. Após o fechamento, os produtos serão distribuídos unicamente pela rede de farmácias conveniadas.

Mesmo assim, ainda existe a preocupação com pacientes que procuram remédios específicos que não são encontrados em estabelecimentos conveniados. Na rede própria, são oferecidos, atualmente, 112 medicamentos; já nas drogarias com desconto são disponibilizados apenas 32 remédios.

De acordo com o Ministério de Saúde, quase 90% das pessoas procuram remédios para hipertensão, diabetes e asma, disponíveis também nas outras farmácias. Ainda segundo a pasta, o paciente que precisa tomar remédios indisponíveis na rede particular terá que procurar uma unidade básica de saúde ou clínica da família para “descobrir” onde conseguir o remédio.

O governo federal justificou a desativação da rede própria alegando que vai gerar economia de aproximadamente R$ 80 milhões, e que os recursos economizados serão repassados à compra de medicamentos.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios