Regional

Agentes penitenciários de todo país podem entrar em greve, diz Federação

Agentes penitenciários de todo país podem entrar em greve, diz Federação

A Polícia Militar de São Paulo informou que dos 200 presos que fugiram do Centro de Progressão Penitenciária de Bauru, 79 já foram recapturados. Os detentos deram início a uma rebelião na manhã desta terça-feira (24) colocando fogo no prédio de dois pavilhões da unidade prisional e conseguiram fugir.

O Corpo de Bombeiros foi chamado para controlar as chamas e o helicóptero Águia sobrevoa a cidade para localizar os fugitivos. O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado (Sindasp), Daniel Grandolfo, afirmou que o presídio é dominado pelo PCC. O CPP3 funciona em regime semiaberto e tem capacidade para 1.124 pessoas, mas abriga atualmente mais de 1,4 mil.

De acordo com o diretor de comunicação da Federação Nacional dos Agentes Penitenciários (Fenaspen), Fábio Jaba, a superlotação dos presídios e a falta de funcionários têm prejudicado a segurança nos centros de detenção, e alertou para uma greve nacional da categoria: ” a Fenaspen estuda realizar uma paralisação nacional e entrar em estado de greve. O tema será decidido no dia 9 de fevereiro”, disse.

Fonte UOL Notícias

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique Também

Close

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios