Regional

Medidor individual de consumo de água vira lei federal a partir de 2021

A partir de 2021, será obrigatório que os novos condomínios em todo país tenham medição individualizada de água. De acordo com a Lei 13.312, sancionada pelo presidente em exercício Michel Temer, na última terça-feira, as construtoras terão cinco anos para adaptar-se. A medida não atinge condomínios construídos antes da resolução. O objetivo é que os condôminos paguem um valor mais justo na taxa de água, pois o hidrômetro permite discriminar o consumo de cada apartamento, dividindo apenas os gastos referentes às áreas comuns. A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) compartilha da opinião:

— Os novos empreendimentos imobilários já estão levando em consideração a medição individual de água. Essa mudança é benéfica para combater os desperdícios de água, um recurso tão importante e priorioritário — afirma.

Se para os novos condomínios vai ser obrigatório, a mudança para os antigos empreendimentos é uma ação para economiar água e reduzir custos. O que pesa é o valor da mudança, pois é necessária uma obra nas colunas hidráulicas. A síndica profissional Geisa Kaufman, que administra 11 prédios, considera que a vantagem é enorme, mas os condomínios estão cortando custos atualmente. Com isso, a obra fica fora dos planos.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique Também

Close

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios