Regional

Organização e parcerias garantem instalação de centro digital em comunidade rural em Campo Formoso

Campo Formoso-2.jpg

O acesso à comunicação online vai ficar mais fácil para quem vive na comunidade tradicional de fundo de pasto Borda da Mata, em Campo Formoso, e nas localidades circunvizinhas. Isso porque a organização e união da comunidade conseguiram viabilizar, a partir de parcerias, a doação de computadores, mesas, cadeiras, acesso à internet e de um espaço para montar o Centro Digital Comunitário (CDC).

Junto à Prefeitura do município, a comunidade conseguiu fazer um Termo de Cessão de Uso, por 20 anos, do prédio da escola rural, construído em 1989, bem como mesas e cadeiras. Para a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) – Campus Juazeiro, eles enviaram ofício e conquistaram a doação de 10 computadores de mesa. O Governo do Estado, por meio do projeto Pró-Semiárido, apoiou a comunidade com formações nas áreas de associativismo, cooperativismo, controle social, acesso a políticas públicas e também a previsão da instalação da internet rural.

A reforma do prédio está sendo feitas aos poucos, pela própria comunidade, por meio de mutirões. São eles que vão adquirir, com recursos próprios, os estabilizadores para as máquinas. O subcoordenador do capital humano e social do Pró-Semiárido, Samuel Lyra, atribui a conquista ao fato de a comunidade estar bem organizada e ter a iniciativa de “ir atrás”. Ele lembra que há algum tempo a equipe de políticas públicas do projeto contribuiu com o diálogo entre a comunidade e a Universidade.

O jovem Leonardo Cruz, que é uma liderança da comunidade e já foi Agente Comunitário Rural (ACR), explica como o espaço vai funcionar: “A gente vai colocar os computadores neste prédio que foi cedido para a comunidade e vamos fazer um centro digital para que os jovens da nossa comunidade e das comunidades circunvizinhas tenham acesso à internet e ao conhecimento. O principal objetivo são os jovens, mas é para uso de todos da comunidade, para quem já sabe mexer em computador e quem não sabe, porque a gente vai ensinar quem ainda não sabe”.

Na reforma feita pela comunidade, o piso foi trocado e houve a instalação de energia elétrica. A estimativa é que, até a próxima semana, o espaço seja inaugurado e possa atender a dezenas de pessoas das comunidades Borda da Mata, onde está localizado o espaço físico, e de comunidades próximas, como Alagadiço de Borda da Mata, Algodões e Alvaçã.

O Pró-Semiárido é executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), financiado com recursos do Governo do Estado por meio de acordo de empréstimo com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios