Regional

Paulo Guedes diz que suspensão de contratos por 4 meses foi erro de redação

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a medida provisória 927 foi publicada com erro de redação. O texto autorizava a suspensão de contratos de trabalho por até quatro meses, sem pagamento de salário.

A MP veio com o propósito de conter os impactos econômicos da pandemia de coronavírus no Brasil. O presidente Jair Bolsonaro anunciou em seu perfil no Twitter, durante a tarde desta segunda-feira (23), que revogaria o artigo da medida.

“Isso jamais foi considerado. Houve um erro na redação da MP. O que se queria era evitar as demissões em massa, dando alguma flexibilidade de salário, mas com o governo complementando, como está sendo feita em várias economias”, disse Guedes, ao Globo.

De acordo com a publicação, o ministro afirmou que o objetivo da equipe era preservar os vínculos empregatícios, mas o texto foi publicado às pressas. Uma nova versão da matéria deve trazer medidas semelhantes, mas voltadas aos setores mais afetados pela crise.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios