Regional

Após ser preso por agressão, Jean tem contrato rescindido pelo São Paulo

Foto: Mauricio Rummens

Foto: Mauricio Rummens

Algumas horas após a prisão do goleiro do São Paulo, Jean Fernandes, nos Estados Unidos, o clube decidiu pela rescisão do contrato do jogador. Jean foi preso após a esposa, Milena Bemfica, denunciar em um vídeo nas redes sociais uma agressão do ex-goleiro do Bahia. O contrato de Jean com o São Paulo era até dezembro de 2022, porém a diretoria do clube decidiu antecipar o cancelamento após as acusações contra o atleta.

Ainda será discutido pela diretoria do São Paulo como o rompimento do vínculo com Jean será feito judicialmente. O clube também planeja publicar uma nota de repúdio às agressões. O goleiro foi contratado do Bahia no fim de 2017.

Segundo o laudo da polícia dos EUA, Milena foi agredida com oito socos. O policial responsável pela abordagem informou, em depoimento, Milena disse discutiu com Jean na madrugada da quarta-feira (18) no quarto do hotel onde estão hospedados em Orlando. Ela tentou acalmar Jean, mas os dois entraram no banheiro para discutir.

O documento aponta que Jean seguiu a esposa e a puxou para a cama, onde subiu em cima da mulher e deu três socos no rosto dela. Depois, segundo o registro, o goleiro acertou outros cinco golpes na esposa. O documento relata também que Milena pegou uma chapinha de cabelo para se defender e com o objeto feriu Jean em ato de legítima defesa.

O policial que atendeu a ocorrência levou Jean para a penitenciária do Condado de Orange e não apresentou acusações contra Milena, por entender que ela agiu em legítima defesa. Jean está preso nos Estados Unidos e sua ficha já aparece no sistema do Departamento de Correções do Condado de Orange, na Florida.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios