Regional

Brasil cai três posições em ranking mundial de liberdade de imprensa

Brasil cai três posições em ranking mundial de liberdade de imprensa

O Brasil caiu três colocações no Ranking Mundial da Liberdade de Imprensa divulgado nesta quinta (18) pela organização Repórteres Sem Fronteiras, em relação ao levantamento do ano passado -o país está agora na posição 105.

A Noruega lidera o ranking, que mede a liberdade com a qual os jornalistas exercem a profissão e os casos de agressão a repórteres. O segundo e o terceiro lugares também ficam com países nórdicos -Finlândia e Suécia, respectivamente. O Brasil aparece muito atrás dos vizinhos Chile (46), Argentina (57) e Paraguai (99). De acordo com o relatório, a imprensa brasileira está em uma “situação problemática”, classificação que engloba também outros 65 países.

O agravante é que o Brasil está posicionado muito próximo à categoria inferior, denominada de “situação difícil”. As eleições presidenciais do ano passado e o assassinato de quatro jornalistas foram os responsáveis pela queda. “A eleição de Jair Bolsonaro em outubro de 2018, após uma campanha marcada por discursos de ódio, desinformação, ataques à imprensa e desprezo pelos direitos humanos, é um prenúncio de um período sombrio para a democracia e a liberdade de expressão no país”, diz o estudo.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios