BahiaPolicialSenhor do Bonfim

Músico acusado de estupro em Bonfim e suspeito de cometer o mesmo crime em Juazeiro e Petrolina foi condenado a mais de 10 anos de prisão

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é download-3.jpg
Foto: Ilustrativa da Internet

O músico, Wandberg Nunes de Souza, acusado de ter estuprado uma adolescente em Senhor do Bonfim, no ano de 2016, foi condenado pela justiça bonfinense a mais de dez anos de prisão.

Segundo informações, o crime aconteceu no dia 05 de Dezembro de 2016, depois que o acusado vestido com a farda do mesmo colégio onde a vítima estudava, teria lhe oferecido carona, e no percurso para o colégio, o acusado entrou em uma estrada vicinal, alegando que estava com a documentação da moto atrasada e que mais na frente estaria acontecendo uma blitz.

A vitima informou que no dia estava aguardava trasporte, e mesmo sem conhecer o acusado aceitou a carona porque o mesmo estava vestido com a blusa do colégio, e ela imaginou que ele também estudasse no mesmo colégio que ela, ainda durante as investigações,a pólica descobriu que o acusado teria pegado a blusa emprestada na mão de um colega.

Já em determinado trecho da estrada, o acusado informou à vítima que iria urinar, e quando saiu do mato já foi com uma faca, ameaçando a jovem, e ordenando que ela tirasse a roupa

Ainda durante as investigações, foi descoberto que o músico, que sempre era convidado para tocar em Senhor do Bonfim, estaria sendo acusado de ter violentado mais duas vítimas, uma no município de Juazeiro e outra no município de Petrolina, entre as vítimas, uma jovem autista.

Wandberg Nunes de Souza, que já se encontra preso no Conjunto Penal de Juazeiro, foi condenado a 10 anos e 06 meses de prisão, e segundo consta na sentença, o acusado fica impedido de recorre da decisão em liberdade.

Ainda na sentença, a autoridade destacou ser necessário manter o acusado na prisão, visto que ele demonstrou possuir personalidade voltada para o crime de estupro.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique Também

Close

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios