Politica

Targino Machado destaca vitória de Bolsonaro para presidente do Brasil e elogia povo brasileiro após as eleições 2018

Targino Machado destaca vitória de Bolsonaro para presidente do Brasil e elogia povo brasileiro após as eleições 2018

Em discurso no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia nesta tarde de segunda-feira, um dia após as eleições no Brasil, o deputado estadual Targino Machado falou sobre a vitória do novo presidente do país, Jair Bolsonaro, que obteve mais de 55% dos votos dos brasileiros.

Targino elogiou à democracia no país, que sai fortalecida depois desta última eleição, e destacou a lição que o povo brasileiro deu ao mundo com ‘espontaneidade, maturidade e civilidade política’.

Confira o discurso na íntegra:

Não aprendi digladiar com resultado das urnas. Enfim, os resultados eleitorais são e devem ser supremos em uma democracia. A eleição para presidente em segundo turno, realizada neste domingo, dia 28 de outubro de 2018, foi plebiscitaria, que é aquela onde o povo vota sim ou não, e no caso específico desta última votação foi sim ou não pela continuidade da corrupção no Brasil.

A vitória do “não” trouxe o grito de socorro e esperança da maioria dos brasileiros, elegendo Jair Messias Bolsonaro presidente da República do Brasil. Convém ressaltar, porém, que mais de 44% da população votou pela continuidade da corrupção e falta de ética de um grupo político que entronizou a prática de crimes na administração pública da forma mais banal que se tem notícia no mundo. Isto é fato!

Não concordo com nenhum dos eleitores que assim votou, mas defenderei até a morte o direito ao voto livre de cada um deles que assim procedeu. Bolsonaro ganhou a eleição e, apesar de todo o terror espalhado pela campanha do PT, não ocorreram comemorações fora do padrão de civilidade. Se o contrário fosse, não poderia estar aqui constatando esse fato.

As críticas feitas a Bolsonaro por ter incluído, no momento do discurso da vitória, uma oração, sob o manto de que o Estado é laico, deve ser interpretada como jurissperniandis dos derrotados, inclusive dos jornalistas da Globonews que patrocinaram essas críticas.

Enfim, o estado laico do PT é aquele que exclui as orações, mas inclui tantos malfeitos perpetrados ao longo de dezesseis anos de poder desta turma, que culminou no maior escândalo de corrupção que se tem notícia.

O momento deve ser de união. A dificuldade será que: os desonestos assim nascem e não se corrigem. Assim vão estar eles na oposição a Bolsonaro, infelizmente torcendo contra o Brasil e contra os brasileiros.

Parabéns à democracia brasileira, que nesta eleição trouxe a quebra de alguns paradigmas, notadamente na forma de fazer uma campanha política. Parabéns ao povo brasileiro, que livre de amarras e obediência aos coronéis, e em discordância ao que pregou parte da grande mídia, foi capaz de dar uma lição ao mundo de espontaneidade, maturidade e civilidade politica, e, acima de tudo, amor ao Brasil através da campanha politica do presidente eleito Bolsonaro.

O povo também deixou claro que não se vai consertar o Brasil através de recadinho de quinze segundos enviados à Rede Globo. A forma de tentar consertar o Brasil é como o povo se comportou neste último domingo. Pode até não dar certo, e sei que muita gente está torcendo por isso, mas é melhor aventurar com o novo do que votar com um velho partido, que, infelizmente, trouxe, para envergonhar a todos nós, o maior escândalo ético e a maior crise econômica que esse país já viveu.

Salve o povo brasileiro! Salve o Brasil!

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios