Regional

Ações da Câmara de Vereadores do Município de Andorinha

Ações da Câmara de Vereadores do Município de Andorinha

Alguns assuntos que foram discutidos pelos vereadores em sessão realizada na Câmara de Andorinha, vários assuntos foram levantados pelos parlamentares que fizeram uso da palavra, confira.  

 O vereador Irmão Ednaldo, depois de lamentar a saída da empresa de transportes São Luiz que não faz mais linha, Andorinha a Bonfim, pediu mais organização nos horários de saída dos veículos que hoje são responsáveis pelo transporte dos passageiros “Os taxistas que ficam na praça Rubens Alves, estão brigando por passageiros, então cabe o município organizar os horários e saída dos veículos, porque hoje, depois que tiraram a São Luiz estão brigando por espaço” cobrou Irmão Ednaldo.

O vereador Agnaldo Pinheiro, lembrou recomendação do Ministério Público, aonde segundo o MP, o município terá que realizar concurso público até Janeiro de 2019, e na opinião do parlamentar, o gestor não deveria descumprir a recomendação do MP, e evitar estender o prazo de contratação de pessoal.
Ao fazer uso da tribuna, o vereador, Vagner Lavor, registrou assalto que aconteceu a um posto de gasolina da cidade, o parlamentar aproveitou e cobrou ao Prefeito, Renato Brandão, que enviasse a Câmara o projeto que cria a Guarda Municipal. Vagner Lavor demonstrou preocupação com a falta de segurança no município.
Diante da notícia do vereador, Irmão Ednaldo, que alguém teria pegado o ônibus do município para aprender a dirigir, o vereador, Ancelmo Enfermeiro, explicou que a denúncia era vazia, que não partiu dele “Estão dizendo que foi eu que fiz a denúncia, quem fez a denúncia foi o irmão Ednaldo, eu apenas reforcei, até porque eu não tenho tempo de ficar olhando ônibus. A minha observação foi com relação a superlotação, e eu só transmito o que o povo me passa” explicou.
O parlamentar mais uma vez lembrou a necessidade do município adquirir um gerador para o Posto de Saúde da sede.
A vereadora Dona Lurdinha, parabenizou o gestor por está patrolando as estradas da zona rural “Sabemos que é obrigação dele, e é por isso que está fazendo, e fazendo bem feito”.
Preocupado com a estiagem, ela lembrou que já está na hora de se contratar mais carros pipas “A estiagem em nosso município é preocupante, a falta de água é grande, nenhum gestor resolve esse problema, só Deus” afirmou.
Com aproximação das eleições de outubro, a vereadora lembrou que é o momento do povo corrigir alguns erros.
Neguinho do Gregório, líder do prefeito na Câmara, quando esteve fazendo uso da tribuna, aproveitou para sair em defesa do vereador, Ancelmo Enfermeiro, confirmando que a denúncia da pessoa que estaria aprendendo a dirigir no ônibus do município não teria partido de Ancelmo, mais sim, do vereador Irmão Ednaldo “Ancelmo está certo, essa denúncia quem fez foi Ednaldo, então quero aproveitar para explicar o que aconteceu, o motorista do ônibus passou mal, o tio dele que é habilitado e todos aqui conhece, teve que assumir a direção do ônibus, e que a denúncia era infundada” explicou.
Falando sobre o trabalho que vem sendo feito na zona rural, o vereador disse que é obrigação do gestor cuidar das estradas, mas que em gestões passadas, tinha prefeito que não cumpria com sua obrigação.
O líder apontou a saúde de Andorinha como sendo a melhor da região.
O vice-presidente da Câmara, Pega Bala, aproveitou e registrou algumas ações que o governo tem feito na zona rural, além do patrolamento das estradas, ela falou da iluminação, aonde equipe do município está fazendo reposição de lâmpadas e troca de braços nos postes, e falou da ambulância que o prefeito, Renato Brandão, o vice-prefeito, Zelito, e ele, conseguiram para a comunidade do Sítio do Açude.
Ele destacou a abertura de algumas agências dos Correios em alguns distritos do município, e afirmou que seria bom a criação de novos distritos no município.
Por conta da reclamação feita pelo vereador, Vagner Lavor, que o carro dele e do vereador, Agnaldo Pinheiro, foram danificados, assim também como o do vereador, Neguinho do Gregório, o presidente da Câmara, Marinaldo de Oliveira, disse que os colegas deveriam ter procurado a polícia, e sugeriu que procurassem a delegacia para registro de um boletim de ocorrência.
Falando sobre o concurso público que o município terá que realizar por recomendação do Ministério Público, o vereador Marinaldo esclareceu que o gestor está ciente de suas obrigações, e lembrou que de forma indireta, por conta da recomendação, considerava o MP um órgão parceiro do município, “O MP, ele não monitora apenas a prefeitura não, ele monitora também a Câmara, e isso é muito importante, e tenho certeza que o prefeito irá cumprir com sua obrigação, mas primeiro, o município terá que contratar, precisa da autorização dessa casa, caso contrário o município não oferecerá os serviços essenciais que a população tanto necessita ” explicou Marinaldo.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique Também

Close

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios