Regional

Florence afirma que possível chapa Maia-Bolsonaro ‘não assusta’

Florence afirma que possível chapa Maia-Bolsonaro ‘não assusta’

Foto: Rodrigo Aguiar/ bahia.ba

Presente no Estádio de Pituaçu, onde ocorre nesta quinta-feira (15) o ‘Ato Pela Democracia’, o vice-líder da oposição no Congresso, deputado Afonso Florence (PT-BA), afirmou que a direita está “sem alternativas”, ao ser questionado pelo bahia.ba sobre a possível configuração de uma chapa que uniria o DEM a Jair Bolsonaro na disputa de outubro próximo.

“Temos um projeto pro país e liderança nas pesquisas com a pré-candidatura de Lula, então não se escolhe adversário. Eles estão atônitos, estão procurando alternativa para unificar a direita e assim tentar ter alguma chance. E uma aliança dessas aí é uma demonstração de que eles estão mesmo sem alternativa”, avaliou o deputado baiano.

Florence rechaçou ainda a ideia, difundida pelo DEM, de que Rodrigo Maia não seria o candidato do governo. “Ele está tentando se distanciar mas todo mundo sabe que o que vai aprovado na Câmara foi do governo. Maia jogou para aprovação. Muitas vezes ele é identificado na plenária da Câmara como líder do governo. Então a essa altura ele tentar dizer que não é da base de Temer, é querer dar nó em pingo d’água”, ponderou.

Florence reiterou que a articulação de Maia com Bolsonaro não representa ameaça.

“Todo mundo sabe a votação que ele [Maia] teve como deputado federal, mas não dá pra ficar superestimando. O voto é na rua né? Nós temos um projeto pro Brasil e o povo brasileiro está escaldado com esse governo e com os políticos que fizeram a reforma trabalhista e da previdência e essa chapa é uma das que pode representá-los. Então não nos assusta. Estamos prontos para enfrentar o que a direita organizar, inclusive com maior densidade do que essa chapa pode representar”, disse.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios