Regional

Presidente do STF se isola por pressão para julgar futuro de Lula

Brasília - A presidente do STF, Cármen Lúcia, durante sessão plenária para definir a fixação da tese de repercussão geral nas ações que tratam da desaposentação (José Cruz/Agência Brasil)

Sob grande pressão e cada vez mais isolada, a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), terminará colocando em pauta um caso que decida o destino do ex-presidente, avaliam integrantes da Corte próximos a ela.

A peça que selará o futuro do petista tanto pode ser o habeas corpus ou a ação que questiona de forma genérica a prisão após condenação em segunda instância.

De acordo com a coluna Painel, da Folha, Cármen Lúcia tem evitado reuniões com o colegiado e diminuiu ainda mais seu núcleo de conselheiros. O isolamento da ministra no tribunal é comparado ao da gestão de Cezar Peluso (2010-2012).

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios