MP Instaurou Inquérito para investigar contratações de pessoal que foram feitas pela AL-BA. 

A 5ª Promotoria de Justiça da Capital instaurou Inquérito Civil contra a Assembleia Legislativa da Bahia.

Segundo consta no diário oficial da justiça, o Ministério Público quer saber porque o novo presidente da ALBA, Ângelo Coronel (PSD), contratou cerca de 250 empregados, por esse motivo, o MP instalou inquérito civil para apurar eventual irregularidade na contratação temporária.
Ao site Ivansilvanoticia o presidente da ALBA, Ângelo Coronel informou, que a contratação do pessoal aconteceu porque findou o contrato com a empresa terceirizada, e as contratações aconteceram para dar continuidade aos serviços de limpeza, vigilância e manutenção “Com essas contratações conseguimos uma economia anual de R$6 milhões” explicou o deputado.
em - Regional

Envie um Comentário