Fux diz que TSE será irredutível na aplicação da Lei da Ficha Limpa

Foto: Divulgação

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux tomou posse na noite desta terça-feira (6) como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Após a posse, Fux, disse que a Justiça Eleitoral será irredutível na aplicação da Lei da Ficha Limpa, norma sancionada em 2010 e que impede a candidatura de condenados pela segunda instância da Justiça.

Ele também afirmou que o TSE pretende combater a difusão de notícias falsas, as chamadas fake news durante a campanha eleitoral. “A estrita observância da Lei da Ficha Limpa nas eleições de 2018 se apresenta como pilar fundante na atuação do TSE. A Justiça Eleitoral, como mediadora do processo político sadio, será irredutível na aplicação da Ficha Limpa”, declarou o ministro.

A cerimônia foi acompanhada pelo presidente Michel Temer; o presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira; e a presidente do Supremo, Cármen Lúcia, além de outras autoridades.

Fux sucederá o ministro Gilmar Mendes no cargo. A vice-presidência da Corte Eleitoral será ocupada pela ministra Rosa Weber, que presidirá o tribunal nas eleições de outubro. Isso porque no dia 15 de agosto, Luiz Fux completará dois biênios como ministro no TSE e deverá deixar o tribunal.

em - Regional

Envie um Comentário