Regional

Bonfinense teria surtado e morreu quando estava indo trabalhar na colheita de maçã em Santa Catarina.

Jovem de Senhor do Bonfim que seguia viagem para Santa Catarina morreu em acidente no estado de Minas Gerais.

Segundo informações da família, Renilson Pereira da Silva, 34 anos, que residia no Mutirão do Alto da Maravilha, tinha viajado com mais 49 pessoas de Senhor do Bonfim, aonde iria trabalhar na colheita de maçã no estado de Santa Catarina.
Ainda segundo informações passadas para a família da vítima, o acidente teria acontecido na Serra do Cambuí/MG, quando Renilson Pereira da Silva, teria surtado dentro do ônibus, e em seguida teria se atirado pra fora do veículo.
Inconformada com a morte do marido, a esposa da vítima não acredita na versão passada para a mesa, até porque, segundo ela, Renilson Pereira da Silva, teria sido socorrido pela Polícia Rodoviária Federal, e o mesmo apresentava apenas um machucado na cabeça “Por telefone conversei com a médica que atendeu ele no hospital, ele ainda chegou com vida, e ela disse que ele não sofreu nenhuma fratura, como é que uma pessoa pula pela janela de um ônibus em movimento e não sofre nenhum arranhão e fratura?” Questionou a esposa.
A esposa da vítima relatou que eles conviveram juntos durante dez anos, e ele teria afirmado que assim que retornasse de Santa Catarina os dois iriam casar “Agente não tinha filhos, mas ele foi quem criou minha filha, moramos juntos durante dez anos, e ele disse que iria passar quatro meses fora, mas quando retornasse iria colocar os papéis do casamento” Relatou a esposa de Renilson Pereira da Silva, que também informou que o marido iria receber mensalmente salário de R$1.500,00(Hum mil e quinhentos reais).
O corpo de Renilson Pereira da Silva foi velado na sede da Associação do Multirão do Alto da Maravilha.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique Também

Close

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios