Procuradoria Geral designou Promotores para acompanhar caso da jovem estuprada em Jacobina.

                                     Foto: Internet

A Procuradoria Geral de Justiça da Bahia, através da portaria assinada pela Procuradora, Edilene Santos Lousano, designou os Promotores Pablo Antônio e Tarsila Honorato, para atuarem em conjunto no auto de prisão de Marcus Rodrigues Machado, acusado de ter abusado sexualmente de uma jovem de 18 anos, no município de Jacobina.

Além de acompanhar os autos de prisão, os promotores também acompanharão todos os procedimentos de investigação criminal e ação penal sobre o fato que tramita na Comarca de Jacobina.

Marcus Machado segue preso no Complexo Policial de Jacobina acusado de ter estuprado no interior de uma boate uma jovem de 18 anos.

em - Regional

Envie um Comentário