Com Assembleia marcada, Policiais Civis ameaçam entrar em greve

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

A Assembleia dos Policiais Civis acontece nesta quinta-feira (1), das 9h às 12h, na sede da Associação dos Funcionários Públicos da Bahia (AFPBA), na Carlos Gomes, centro da cidade, com a possibilidade de realização de greve.

A iminência de uma paralisação se deve à Portaria 080/2018, baixada pelo Delegado-Geral da Polícia Civil, Bernadino Brito. A decisão obriga os agentes à aderirem às diárias e escalas de plantões durante o período do carnaval, que começa no dia 8 de fevereiro.

O vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do Estado da Bahia, Eustácio Lopes, disse que a medida é “autoritária” e “desrespeitosa”, pois impões à categoria uma condição de trabalho análoga à escravidão. Ele argumenta que a diária de R$ 149,00 é insuficiente para arcar com as despesas de alimentação, hospedagem e transporte.

Marcos Maurício, o presidente do SINDPOC afirmou que o sindicato vai reagir para “barrar” esse “golpe” do Governo do Estado contra a categoria, e que não irá “ficar de braços cruzados” diante do ataque aos direitos dos policiais civis.

em - Regional

Envie um Comentário