Regional

Lula admite que não será candidato se for condenado, mas promete ʹbrigarʹ

Lula admite que não será candidato se for condenado, mas promete ʹbrigarʹ

Depois de ter o julgamento do caso do tríplex do Guarujá marcado, o ex-presidente Lula (PT) afirmou que vai brigar “até as últimas consequências” para concorrer ao cargo máximo da República em 2018. A declaração foi dada durante uma reunião com as bancadas do PT na Câmara e no Senado, em Brasília. Caso seja condenado, o petista terá que cumprir quase dez anos de prisão.

“A única coisa que não quero é ser condenado [sendo] inocente. Por isso, vou brigar até as últimas consequências. A tentativa é para evitar que o PT volte ao poder. No Brasil, ainda estamos meio anestesiados”, disse.

Lula aproveitou para afirmar que não vai disputar se for condenado. “Não quero ser candidato por ser candidato, não quero ser candidato se for culpado. Seria leviandade. Quero brigar para provar minha inocência. Eles que apresentem uma única prova de culpa contra mim”, concluiu.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios