Regional

ʹTerá puniçãoʹ, diz Alckmin sobre tucano que votar contra a reforma da Previdência

ʹTerá puniçãoʹ, diz Alckmin sobre tucano que votar contra a reforma da Previdência

Com o fechamento da questão do PSDB pela aprovação da reforma da Previdência, o governador de São Paulo e presidente da sigla, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou neste sábado (16) que os deputados que votarem contra ao texto serão punidos. No entanto, Alckmin disse que o momento atual é de convencimento. O tucano não especificou como será estabelecida a punição.

Para Alckmin, a reforma é importante porque trata-se de uma “questão de justiça”. “Era pra votar em dezembro, ficou pra fevereiro, nós continuamos favoráveis, se ficar pra março continuaremos favoráveis. Entendemos que é uma questão de justiça, no sentido de ter um tratamento mais justo entre setor privado e público e pra evitar o deficit, porque isso pode comprometer o equilíbrio das finanças públicas”, defendeu.

PMDB, PTB e PPS também já fecharam questão a favor da reforma previdenciária. Os partidos já haviam decidido “castigar” os parlamentares que descumprirem a orientação da legenda.  O presidente Michel Temer precisa de 308 votos para aprovar a reforma.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios