BONFIM: Eleição de 2014 para escolha da presidência da Câmara será investigada pelo MP.

O Ministério Público de Senhor do Bonfim vai apurar possível oferta de vantagens que teria ocorrido na eleição para escolha do presidente da Câmara de Senhor do Bonfim para o biênio 2014 e 2016 quando disputaram a presidência os vereadores Rê do Sindicato (PSD) e Laércio Muniz (PTN).  .
As recomendações já chegaram ao Ministério Público  e algumas pessoas já foram notificadas e serão ouvidas no próximo dia 18  na sede do MP em Senhor do Bonfim.
Inicialmente serão ouvidos alguns membros da imprensa que na época divulgaram os fatos, além disso,  todos os vereadores que faziam parte da última legislatura,  e o autor da denúncia o Jornalista Romildo Pamponet também serão ouvidos.
Ainda na relação do MP para serem ouvidos estão os nomes dos vereadores da última legislatura: Helson de Carvalho, Biro Biro,  Chocolate,  Otávio Xisto, Mário Jambeiro,  Laércio Muniz,  Adélson Bahia,  Rê do Sindicato,  Doutor Jorginho,  Ivan Barbosa,  Genivaldo Sampaio e Lúcia Cerqueira.
Profissionais da Impresa que também serão ouvidos por terem publicado e anunciado o caso: Rogério Alves,  Ivan Silva, Eloilton Cajuhy e Walterley Kuim.
Na época foram divulgados vários áudios de conversa entre dois vereadores e um empresário aonde o teor da conversa seria oferta e recebimento de dinheiro para eleição da Câmara de vereadores da legislatura que se encerrou em 2016.
Outros personagens também no futuro deverão ser notificados  para prestarem esclarecimentos ao MP a respeito do fato que envolveu em 2013 os vereadores Otávio Xisto, Rê do Sindicato e Márcio Araújo, aonde o ex-vereador Laércio Muniz foi eleito presidente da câmara depois de ter vencido o vereador Rê por diferença de um voto.
em - Regional

Envie um Comentário