Regional

Vigilância Sanitária dá início a Campanha de Vacinação para Cães e Gatos em Filadélfia

A campanha de vacinação Antirrábica 2017, para cães e gatos, a partir de 45 dias de nascidos, começa hoje (04) e segue até o dia 16 de outubro, ocorrendo o dia “D” em 23 de setembro. Filadélfia contará com dois postos fixos de vacinação, situados na Central de Marcação próximo a UBS Joaquim dos Santos e na USB do Jacaré.
A partir do dia 11/09 os agentes de endemias estarão visitando a zona rural de nosso munícipio, realizando a vacina casa à casa. A campanha será coordenada pela Secretária Municipal de Saúde e executada pelas Vigilâncias Sanitária e Epidemiológica.
A meta da campanha de acordo com o Ministério da Saúde, é vacinar pelo menos 80%, dos animais. Em Filadélfia existem uma população de 2.512 cães e 552 gatos, totalizando 3.064 animais.
 *Recomendações* 
A Vigilância Sanitária recomenda que, na hora da vacinação, os cães estejam com coleira e guia. Os gatos devem estar em caixas de transporte apropriadas. Os animais com temperamento agressivo devem estar com focinheira.
Os sintomas como dor no local vacinado, febre e comportamento mais quieto podem ocorrer até 36 horas após a aplicação da dose.

 *Raiva*
A raiva é uma doença infecciosa aguda, sendo incurável e de alta letalidade próximo a 100% em animais e humanos. O cão, gato e morcego são os principais transmissores da raiva para o homem em ambiente urbano, entretanto mamíferos de áreas silvestres, como raposas e saguis podem contrair e transmitir a raiva, sendo, portanto potenciais transmissores da doença.
 *Sintomas*
O animal apresenta dificuldade para engolir água e alimentos, alta salivação, mudança repentina de comportamento. Os cães, têm o latido diferente, podendo parecer um “uivo rouco”; e os morcegos podem ser encontrados durante o dia, em horas e locais não habituais. Já o humano apresenta febre pouco intensa, mal-estar, dor de cabeça, dificuldade para engolir, náuseas, irritabilidade, inquietude, sensibilidade à luz e ao barulho, pavor de água ou a qualquer líquido (características que remetem ao outro nome da doença a “hidrofobia”).
A partir de então, são frequentes ataques de terror, depressão nervosa, convulsões, acessos de fúria, alucinações visuais e auditivas, alta salivação e delírio.
 *Cuidados e Prevenção*
Vacinar seu cão ou gato com idade a partir de 45 dias; evitar contato com animais desconhecidos; em caso de ataque de cães, gatos, morcegos ou qualquer outro tipo de animal que possa transmitir a doença deve-se seguir os procedimentos como, lavar bem a ferida com água e sabão; e procurar a Unidade de Saúde mais próxima.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios