Presidente participa de curso no IMAP e afirma que Andorinha continuará tendo uma Câmara transparente

As contas terão que serem abertas a população! É uma exigência da justiça e vamos cumprir.

A Câmara de Andorinha caminha a passos largos em direção da transparência. Pra isso, o vereador e presidente da Câmara, Marinaldo de Oliveira, esteve em Salvador na sede do IMAP- Instituto Municipal de Administração Pública – participando de um importante curso que visa abrir para o povo as contas do Poder Legislativo, “se for para ampliar a transparência e a participação da sociedade no processo legislativo pode ter certeza que não medirei esforços. O dinheiro é do povo, então não tem porque ficar colocando empecilho, como muitas vezes acontece por esse Brasil a fora, apenas para que o povo desista de vasculhar as contas públicas, se colocam atalhos complicados nos sites ou em portais apenas para complicar a pesquisa do povo aos portais da transparência, na Câmara de Andorinha será diferente, até porque o dinheiro não é nosso, é do povo e é ele que deposita nossos subsídios todos os meses nas contas, então se o povo nos confiou tomar conta do dinheiro dele, nada mais justo do que o povo saber como estamos aplicando seu dinheiro, até porque, depois não vai ter disse e me disse, porque o próprio povo vai ter um site ou um portal para acompanhar como seu dinheiro está sendo gasto, e nada melhor que o povo para julgar, uma coisa digo e garanto não quero um centavo da câmara, a não ser o subsídio que o povo me paga todos os meses”, disse Marinaldo.

Além das publicações oficias no Diário e site do TCM e os informativos de rádio, blogs e site, o vereador afirmou que já estuda a possibilidade de fazer as transmissões das sessões ao vivo, ele ainda está estudando se por Canal de Youtube, Facebook ou quem sabe por uma emissora de rádio, “Os vereadores estão trabalhado, e o povo também tem que saber quais as ações do vereador, temos alguns projetos em mente, mas como eu disse, fui escolhido apenas para administrar os recursos e cuidar do Legislativo não posso tomar uma decisão de forma isolada, além dos vereadores temos também funcionários e todos tem o direito de opinar”, explicou o presidente.

Da redação do site ivansilvanoticia com informações do radialista, Ivan Silva

em - Regional

Envie um Comentário