Regional

Dinheiro atribuído a Geddel é a maior apreensão da história da PF

Dinheiro atribuído a Geddel é a maior apreensão da história da PF

A Polícia Federal chegou ao valor de R$ 22,5 milhões durante a contagem do valor apreendido em um apartamento no bairro da Graça, em Salvador, ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA). A informação foi confirmada pelo canal Globo News. A ação, realizada na manhã desta terça-feira (5), foi chamada de Tesouro Perdido e é um desdobramento das investigações sobre fraudes na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal, a operação Cui Bono.

A quantia foi encontrada em malas e caixas espalhadas no apartamento e já é considerada a maior da história em apreensões pela PF. O recorde anterior havia sido registrado em em 2011, numa operação que apreendeu R$ 12 milhões apreendidos com auditores da Receita Federal, sendo R$ 7 milhões em real e o resto em dólar.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios