Regional

BONFIM: Tribunal do Júri absorveu homem acusado de ter matado a sogra e condenou-o por ter lesionado a ex-esposa.

Foto: Ilustrativa

No início da noite desta quinta-feira (21), o juiz de direito de Senhor do Bonfim, Teomar de Almeida Oliveira, anunciou a sentença de José Carlos de Souza, que foi levado a júri popular, acusado de ter matado a sogra e baleado a ex-mulher fato registrando do dia 27 de abril de 1991, no Bairro Bom Jardim em Senhor do Bonfim.

Os crimes aconteceram depois que José Carlos, na época com 39 anos, hoje com 55 anos, invadiu a residência das vítimas, retirou a filha menor do casal para fora de casa e em seguida disparou um tiro atingindo o braço da ex-mulher Edileuza Maria de Brito, que estava no quarto e em seguida se voltou contra a sogra Alzira Maria da Conceição e atirou contra o rosto da vítima que terminou morrendo quinze dias depois de ter sido alvejada.

Pela morte da sogra, o acusado alegou legitima defesa, afirmando  que não teve intenção de matar Alzira Maria da Conceição.

José Carlos de Souza foi absorvido da morte da sogra e foi condenado há sete meses por ter causado lesão na ex-mulher alvejada com tiro no braço que hoje é casada  o pai de José Carlos que tem 85 anos de idade. Pelo fato de ter permanecido preso por mais de um ano quando o fato aconteceu, José Carlos retornou para sua residência acompanhado da nova esposa, filhos e netos.

Da redação do site ivansilvanoticia com informações do radialista, Ivan Silva. 

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios