BONFIM: Justiça nega pedido para adiar júri e polícias acusados de homicídio serão julgados no dia 05.

O Juiz da Vara Crime de Senhor do Bonfim, Teomar Almeida, julgou improcedente o pedido para adiar o júri do policial militar, Edwilson Carvalho de Sena, marcado para acontecer na próxima terça feira (05/09) no Fórum Edgar Simões em Senhor do Bonfim.

Edwilson Sena, juntamente com outros dois policias, estão sendo acusados de terem matado um homem no ano de 1997, depois de terem pegado a vítima no Bairro da Pêra e levado para o Campo de Aviação, aonde segundo os autos a vítima teria sido executada.

No pedido de adiamento da Sessão Plenária do Tribunal do Júri, a defesa do policial Sena, que está preso em Salvador acusado de participar de assaltos contra feirantes em Campo Formoso, alegou que o único procurador que iria defender o PM no dia do julgamento (05/09), já teria sido intimado para outras sessões sendo: 05/09 em Curaçá, 06/09 em Chorrochó e dia 29/09 em Feira de Santana.

Em sua decisão, o juiz Teomar Oliveira, indeferiu o pedido por que segundo ele o processo já se arrasta desde 1997, portanto há mais de vinte anos, ainda analisando os autos, constatou que por ser policial militar, o réu é assistido por uma Associação de apoio jurídico à classe, o que lhe dá um amparo técnico considerável. Por isso, não deve prosperar o argumento de que somente o advogado intimado para as outras sessões poderia defendê-lo no julgamento, pois se assim entendesse, o juízo estaria duvidando da capacidade técnica dos demais procuradores.

Indeferindo o pedido, o juiz manteve a sessão para o dia previamente agendado, próximo dia 05/09, terça feira a partir das 08h30min.

em - Regional

Envie um Comentário