BONFIM: Dias não trabalhados durante a greve são descontados em três parcelas, garante prefeito.

Em greve no mês de Junho, por conta da briga pelo reajuste salarial, os servidores da prefeitura de Senhor do Bonfim terão os oito dias sem trabalhar descontados em seus salários, quem garante é o prefeito, Carlos Brasileiro.
A notícia não agradou os servidores, alguns, em redes sociais, chegaram a afirmar que o gestor deu o reajuste com uma mão e tomou com a outra, mesmo com a revolta dos servidores, o Sindicato promete recorrer da decisão do município “Ele fez isso para enfraquecer o sindicato e intimidar os trabalhadores, em nenhum momento a justiça cita que a greve era ilegal, a decisão da justiça, por conta do São João, manda retornar ao serviço 70% dos servidores em greve, mas essa decisão monocrática cabe recurso com efeito suspensivo, e o sindicato irá recorrer dentro do prazo” disse Raimundo representante do Sindicato.

Já o prefeito Carlos Brasileiro,  afirma que a greve foi considerada ilegal pela justiça, e por esse motivo, o município tem por obrigação cortar os dias que não foram trabalhados “A lei nos obriga a cortar, pois a greve foi declarada ilegal. No fechamento do acordo este assunto não foi discutido, pois tanto nós como o sindicato sabemos que os dias tem que ser descontados. Eu fui generoso. Os dias que não foram trabalhados autorizei descontar em três parcelas” disse o prefeito.
em - Regional

Envie um Comentário