Regional

Após negociação, vigilantes decidem manter greve

Após mais uma rodada de negociações nesta terça (6), os representantes do Sindicato dos Vigilantes da Bahia não chegaram a um acordo com os empresários e decidiram manter a greve que atinge 12 mil trabalhadores na cidade. Os dois lados voltaram a se reunir na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT) para mais uma rodada de negociações. Segundo o sindicato, são cerca 32 mil trabalhadores paralisados na Bahia.

O Sindicato dos Vigilantes acusa os empresários ainda de tentarem alterar um Termo de Ajustamento e Conduta (TAC) assinado com a categoria em 2012, para prorrogar a jornada de 12h de trabalho. De acordo com os trabalhadores os patrões seguem intransigentes. Entre as reivindicações, está o piso salarial passe de R$ 1.002 para R$ 1.500, representando um aumento de 7%. No entanto, os empresários decidiram conceder apenas 1% de aumento. (Fonte: Metro)

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios