“Ele hoje tem 355 inimigos”, declara Coronel sobre Marcelo Nilo na AL-BA

Na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o deputado Angelo Coronel (PSD) promete mudanças na Casa. Durante entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (30), ele comentou o comportamento do atual líder, Marcelo Nilo (PSL), que tenta ser presidente pela sexta vez, além de afirmar que até com os funcionários, a relação do homem de Antas já está desgastada.

“A relação com os servidores é péssima. Tem plano de cargos de salários no TCM [Tribunal de Contas dos Municípios] no TCE [Tribunal de Contas do Estado] e na Assembleia não tem. Ele hoje tem 355 inimigos. Marcelo chega a falar para os colegas que não pode voltar para os corredores da Assembleia. Ele acha que os projetos dele são os projetos de toda a Assembleia”, declarou.

Coronel aproveitou para comemorar mais um aliado para sua candidatura. “Eu estou feliz que eu recebi a mensagem do PDT que vai solicitar a liberação do secretário Victor Bonfim para votar conosco e com algumas declarações de hoje nossa folga aumenta. [Jaques] Wagner me disse para manter a calma para não ter fissura na base, mesmo retaliado como estou sendo. Vamos enxugar as gorduras da casa, não sei onde tem, mas vamos enxugar. Os poderes tem que ser harmônicos. Otto é meu lider político, meu compadre. O destino que Otto tomar, seguirei cegamente. O PSD não é bancada do ‘amém'”, concluiu.

em - Regional

Envie um Comentário